A ACNUR, Agência da Organização das Nações Unidas (ONU) para Refugiados, divulgou que o número de refugiados que chegaram ao continente europeu através do Mar Mediterrâneo em 2016, ultrapassou os 300 mil. De acordo com Willian Spindler, porta-voz da ACNUR, apesar de ser menor que o mesmo período de 2015, 2016 já ultrapassa todo o ano de 2014.

Número de Mortos

A quantidade de pessoas que perderam a vida durante a travessia em 2016 é assustador e para Spindler, se continuar nesse ritmo, esse ano será o mais mortal para os refugiados que tentam chegar ao continente europeu através do Mediterrâneo.

De onde Vem os Refugiados

A ACNUR afirma que quase metade dos refugiados que tentam chegar na Grécia são da Síria, 25% são do Afeganistão, porém outras nacionalidades também são representadas em grande quantidade, como é o caso do iraquianos, paquistaneses e iranianos.

Publicidade
Publicidade

Já as pessoas que tentam chegar na Itália são, em sua grande maioria, de países africanos. Através do Mediterrâneo, quase 70% das chegadas são de cidadãos de cinco países: Síria, Afeganistão, Iraque, Nigéria e Eritréia.

Tráfico Humano

A preocupação de governos e da União Europeia está em oportunizar uma chegada mais digna para as pessoas que deixam os seus países e partem em direção à Europa. O porta-voz da ACNUR afirma que quando os governos não agem como deveriam agir, dão margens e oportunidades para que contrabandistas e traficantes de pessoas entrem em ação e coloquem em risco a vida de crianças, mulheres e idosos.

Incêndio na Grécia

Para complicar ainda mais a situação dos refugiados que encontram-se alojados precariamente na ilha grega de Lesbos, um incêndio no centro de recepção de refugiados deixou mais de pessoas feridas.

Publicidade

Com mais de 4 mil pessoas alojadas no local, casas da ACNUR ficaram destruídas e centenas de refugiados estão desalojados.

Muita Gente para Pouco Espaço

A ilha grega de Lesbos está lotada e tem quase 2 mil refugiados a mais do que comporta. A Agência da ONU trabalha para agilizar a transferência de crianças que estão desacompanhadas ou que foram separadas de suas famílias, tentando encontrar um novo local de acolhimento para elas. Há uma preocupação da ACNUR em manter a saúde física e mental desses refugiados, já que as condições são precárias e preocupantes.

Outras Notícias

União Europeia anunciou mudanças no sistema de controle de turistas. A intenção é aumentar o controle nas fronteiras e cidadãos brasileiros serão afetados. Clique aqui e saiba mais.

Quantidade de brasileiros deportados da Europa é a maior desde 2011. Clique aqui para ler a notícia completa. #Emprego pelo Mundo