Ao longo da história da humanidade, não resta a menor dúvida de que as guerras e conflitos armados entre os povos caracterizam momentos trágicos na existência das pessoas. Por outro lado, é inegável também que cenas ou o registro dos acontecimentos ligados ao tema, seja pela fotografia, testemunhos escritos ou alguma outra forma de caracterização para as gerações futuras, são capazes de influenciar e causar admiração em pessoas de várias idades e nacionalidades. 

Um exemplo clássico do mencionado acima foi o ícone registrado por meio de uma fotografia na cidade de Nova York, ocasião em que Greta Friedman, uma trabalhadora comum vestida com o seu uniforme de enfermeira, foi eternizada para a posteridade por meio de uma foto em que está sendo beijada com paixão pelo marinheiro, também dos Estados Unidos, George Mendonsa. 

Tanta espontaneidade e alegria se devem à celebração do fim da trágica Segunda Guerra Mundial.

Publicidade
Publicidade

Entretanto, lamentavelmente, o ciclo de vida da mulher que na época despertou o imaginário de um bom número de pessoas, chegou ao seu fim, onde Joshua, filho de Greta, veio em público anunciar a morte de sua mãe aos 92 anos de idade. 

Na realidade, o contexto real em torno da fotografia é que o marinheiro Mendonsa e a enfermeira Friedman se encontravam na famosa região de Times Square e acabaram ouvindo o anúncio de que os japoneses tinham se rendido aos norte-americanos, colocando um ponto final nesse sangrento capítulo histórico da Segunda Guerra Mundial. 

Mendonsa inclusive estava ligeiramente bêbado e foi comemorar sem rumo nas ruas nova-iorquinas, sendo que a casualidade quis que ele encontrasse uma linda mulher vestida de enfermeira. Não deu outra! O marinheiro não perdeu tempo e deu um beijo de cinema na mulher, que no caso era Greta. 

O fotógrafo Alfred Eisenstaedt que por coincidência também estava no local e trabalhava para a revista Life, registrou a cena que haveria de rodar o mundo.

Publicidade

Vale frisar, todavia, que tanto Mendonsa quanto Friedman nunca haviam se visto anteriormente. Inclusive o marinheiro estava na companhia de outra mulher chamada Rita Petry, com a qual se casaria anos a frente. #Viral #Comportamento #EUA