Uma mãe, em 2008, surpreendeu familiares e amigos, após surgir a notícia de que ela havia se casado com o seu próprio filho. Apesar do casamento polêmico, ela e o rapaz, que é o seu filho mais velho, demoraram em torno de um ano e alguns meses como marido e mulher, até acontecer o pedido de anulação. Recentemente, essa mesma mãe aparece nos noticiários surpreendendo a todos novamente: dessa vez, ela pediu a mão da própria filha em casamento, e a jovem aceitou.

Patrícia Ann Spann, de 43 anos de idade, surgiu nos noticiários com a informação de que havia se casado com a sua própria filha, de 25 anos. Apesar de as duas serem pessoas adultas e independentes, a legislação do Estado de Oklahoma não permite que as pessoas cometam incesto naquela região.

Publicidade
Publicidade

O caso foi descoberto pela polícia desse Estado ainda no mês passado. A informação é que Patrícia já estava casada com a sua própria filha desde março. Segundo as autoridades, de acordo com as investigações, ainda não foi descoberta a real motivação que fez com que essa mãe procurasse novamente se relacionar intimamente com um dos seus filhos.

Patrícia, quando perguntada por uma assistente social sobre o porquê de ela ter esse interesse em seu relacionar com os próprios filhos, afirmou que não via nenhum problema nisso. De acordo com a mulher, ela explicou que não se sentia como ‘mãe’ de seus filhos, já que, segundo ela, quando os seus três filhos ainda eram crianças, ela perdeu a guarda deles e todos foram adotados por uma avó.

Patrícia, anos depois, encontrou-se com a sua filha Misty Velvet Dawn e, ao que parece, ‘rolou’ um clima quente entre as duas, instantaneamente.

Publicidade

A mãe contou às autoridades que não via problema em pedir sua própria filha em casamento porque, segundo ela, Misty não estava usando o seu sobrenome na certidão de nascimento.

Atualmente, mãe e filha se encontram aguardando uma decisão judicial em Oklahoma, Estados Unidos. Já nessa última quarta-feira, um juiz fez a estipulação da fiança para as duas, algo em torno de 10.000 dólares, (31.800 reais). Caso não paguem a quantia, mãe e filha pode pegar até 10 anos na cadeia, depois do julgamento final. #Curiosidades