A #Violência contra as mulheres tem sido um tema muito abordado neste mês de agosto, pelo fato de que a lei Maria da Penha está fazendo 10 anos. É um assunto muito delicado que, ao que tudo indica, nunca vai ter fim.

A jovem Melissa Dohme foi uma dessas inúmeras vítimas que sofrem agressões dos seus companheiros todos os dias. No caso da americana, nada foi fácil também, isso porque ela quase morreu por conta da violência que passou nas mãos do seu ex-noivo.

No total de 32 facadas que Melissa recebeu do agressor, 18 atingiram o seu rosto, o que a fez parar no pronto socorro de um hospital entre a vida e a morte. Enfim, um trauma que ela nunca vai esquecer e que provavelmente vai marcar a sua vida para sempre.

Publicidade
Publicidade

Segundo relatos da moça, por sorte, dois jovens estavam passando pela rua quando ouviram seus gritos de socorro e desespero no momento em que o criminoso estava a esfaqueando. Ao tentar socorrê-la, os jovens ainda presenciaram toda a cena onde o ex-noivo a agredia.

“Eles foram os meus anjos”, disse Melissa afirmando que se não fosse a ajuda dos dois jovens, ela provavelmente ia sangrar até morrer ali mesmo.

A equipe que atendeu a jovem no setor de emergência da unidade de saúde, mal acreditava que ela fosse sobreviver às inúmeras facadas que recebeu. Até mesmo os profissionais, temiam pela vida da vítima, pois acreditavam que ela não ia conseguir se safar dessa.

Mesmo em meio aos incrédulos, Melissa sobreviveu e deixou o hospital depois de três semanas que esteve internada.

Depois de se recuperar e ir para casa, a vida de Melissa foi transformada, pois, ainda que ela não imaginasse, o médico que cuidou dela no hospital e que salvou a sua vida, estava apaixonado por ela.

Publicidade

Por isso, em seu primeiro jogo de basebol, ela foi pedida por ele em casamento, uma cena linda vista por uma multidão que ali estava para ver a partida.

Antes que o jogo começasse, ele levou a moça até o centro e se ajoelhou no chão, em de um modo bem clássico, mostrou a aliança e a pediu em casamento. Depois de aceitar o pedido do médico, ela postou toda a história no Facebook e o post ficou muito famoso, espalhando a notícia para o mundo todo.

Atualmente, Melissa participa de campanhas contra a violência e estupros junto com o site Consent Florida, ainda posta fotos dela com o seu médico em suas redes sociais e, ao que tudo indica, está muito feliz depois de levar tantas pancadas da vida.

#Crime #Mulher