É muito comum ouvirmos histórias de mulheres que foram de alguma forma abusadas por seus maridos. Por serem mais frágeis e muitas vezes dependentes financeiramente dos companheiros, elas costumam sofrer caladas. A violência doméstica é tão grande que muitos países tem legislações específicas apenas para tratar do tema. No Brasil, por exemplo, a Lei conhecida como 'Maria da Penha' existe exatamente para isso, inibir que casos bizarros de agressões psicológicas e físicas aconteçam nas residências brasileiras. Na China, uma mulher é que está precisando ler um pouco sobre a legislação de nosso país. 

No fim de semana, viralizaram imagens dela com um homem amarrado na coleira.

Publicidade
Publicidade

As fotos chocantes foram realizadas, segundo informações do site da RedeTV! em matéria publicada nesta terça-feira, 13, na cidade de Fuzho. As fotos foram feitas na sexta-feira, 09, e abriram uma discussão sobre a violência contra os homens, que em termos percentuais é menor do que a da mulher. A moça da foto seria namorada do rapaz e carrega ele pelas ruas como se ele fosse um cachorro. O rapaz parece triste e envergonhado com a cena. Vestindo roupas pretas, ele usa também uma joelheira, fazendo algum tipo de proteção contra o asfalto quente. As mãos, no entanto, estão desnudas e aparecem sujas nas fotos. 

O homem aparece sempre de cabeça baixa e para ficar mais parecido com um cachorro somente se estivesse latindo. Algumas pessoas até chegaram a achar que o episódio se tratava de uma pegadinha.

Publicidade

No entanto, segundo a imprensa chinesa, a situação de pegadinha não tem nada. O passeio repercutiu nas redes sociais do país e até a Polícia chegou a aparecer na rua. Agentes da lei foram tentar entender o porquê da mulher está fazendo isso. 

Eles conversaram com ela e a convenceram de que era melhor soltar o rapaz, pois os dois estavam perturbando a ordem, causando uma grande confusão nas ruas chinesas que já são extremamente movimentadas. Ela então, depois da dura que recebeu, decidiu o suposto namorado caminhar como um homem, de pé.  #Investigação Criminal