Ele ainda não chegou no Brasil, mas já é febre entre os amantes da tecnologia por aqui. Já registrado pela Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações), o #iPhone 7 deve chegar em terras tupiniquins, antes do próximo mês de novembro, por mais de R$ 4 mil em sua versão Plus. Muitos brasileiros já estão fazendo suas contas para adquirir o lançamento em parcelamentos "a perder de vista" já que esperar para ganhar o dispositivo de presente será bem mais difícil.

Mais sorte do que os humanos teve Coco, um cão nórdico da raça malamute, oriunda do Alasca, que foi agraciado com oito aparelhos iPhone 7.

As gratas surpresas foram feitas pelo filho do bilionário chinês Wang Jianlin, Wang Sicong.

Publicidade
Publicidade

Segundo a Forbes, revista de negócios e economia americana, com uma fortuna avaliada em mais de US$ 33,7 bilhões (mais de R$ 108,5 bilhões), Wang é o homem mais rico da China.

A imagem de Coco posando ao lado dos seus oito iPhones 7 está viralizando na internet.

No país asiático, os aparelhos adquiridos por Sicong, modelo de 32 Gb, são comercializados a um valor que varia de US$ 956 a US$ 1.196, ou seja, de R$ 3.080 a R$ 3.853. Portanto, a empreitada maluca do "irmão" de Coco pode ter ultrapassado R$ 26 mil reais, valor quase suficiente para a compra de um veículo popular zero quilômetro no Brasil.

Curiosidade sobre o iPhone 7

A Apple inovou no conjunto ótico da última geração do mais famoso smartphone do mundo e as possibilidades de captações de imagens com as novas versões vão além de lindas paisagens ou selfies com filtros.

Publicidade

Para os amantes do automobilismo, os chamados gearheads - pessoas fanáticas por automóveis, motores, corridas e máquinas de alto desempenho -, o novo iPhone 7 pode se transformar em uma excelente ferramenta para a realização de imagens de veículos parados ou, principalmente, em movimento.

A estabilização ótica de imagem presente nas versões 7 e 7 Plus do novo lançamento da Apple permitem ao usuário a experiência de registrar vídeos em alta definição com cenas em movimento, mesmo no interior de um automóvel circulando em alta velocidade em vias com asfalto irregular.

Isso é possível graças à tecnologia OIS que faz ajustes no posicionamento das lentes da câmera em caso de trepidação excessiva e ininterrupta. Além de ser resistente à água, óleo e fluídos, a técnica também favorece quando o ambiente não possui boa iluminação. #cao