Uma das séries de maior sucesso na atualidade é 'Narcos', da Netflix. A história de traficantes que querem tomar o poder não é novidade. No entanto, agora um presidente da república da América do Sul está ameaçado de morte por uma organização de traficantes. A denúncia foi feita neste fim de semana pela revista Veja. A reportagem começa falando sobre o papel de Pablo Escobar na década de 1990 no cartel colombiano. Ele tentou matar o então o ministro da Justiça e candidato à Presidência da Colômbia, César Gaviria. Naquele período, quem ajudou Escobar foi um grupo separatista da Espanha, o ETA. Um avião de carreira em que o então candidato embarcaria foi explodido.

Publicidade
Publicidade

110 pessoas acabaram mortas. Gaviria, no entanto, não estava na aeronave. 

A ameaça vem do Brasil e envolve um presidente da república

Em 2016 essa audácia está a se repetir. Um plano secreto foi descoberto por autoridades do Paraguai. A revelação é assustadora. Bandidos do Brasil que operam no Paraguai estão tentando matar Horacio Cartes, presidente daquele país. Para isso, eles oferecem uma fortuna de cinco milhões de dólares. O ministro-chefe da Secretaria Nacional Antidrogas do Paraguai, Hugo Vera, revela à Veja que a oferta para matar Horacio surgiu de um grupo criminoso surgido na capital paulista em 1993, o Primeiro Comando da Capital (PCC). A entidade que rivalizou com o Comando Vermelho do Rio de Janeiro agora estaria querendo mais e ampliar seu território para além de terras brasileiras. 

Atentado pode ser feito

Segundo a fonte paraguaia, as formas de inteligência do país fizeram com que o governo criasse um esforço bastante grande.

Publicidade

E até mesmo um atentado já estaria sendo planejado. A ordem para esse partiu de Jarvis Chimenes Pavão, que mesmo com o nome "mexicanizado" é brasileiro. Ele é tido como o maior traficante do PCC no Paraguai e segue à risca muitas das coisas feitas pelo seu grande ídolo, Pablo Escobar, aquele citado no começo da reportagem e que em 'Narcos' é interpretado pelo ator Wagner Moura.  #Crime #Investigação Criminal