O caso ocorreu em El Reno, no estado Oklahoma, nos Estados Unidos da América. Um policial que seguia para seu trabalho percebeu um homem em perigo, e o salvou de um ataque raivoso de dois cães da raça pitbull.

O agente de autoridade norte-americano, Barret Storm, seguia, como de costume, para seu trabalho pelas ruas de El Reno, quando ouviu gritos de pedido de socorro. O policial então resolveu averiguar. Logo, o agente avistou um homem que corria e gritava desesperadamente, fugindo do ataque de dois cães da raça pitbull que estavam altamente agressivos, perseguindo o rapaz, que corria em alta velocidade para se livrar do ataque dos animais.

Publicidade
Publicidade

O policial rapidamente aproximou a viatura do homem e conseguiu, com muita habilidade, puxá-lo para cima do capô do veículo, para livrá-lo do ataque dos cães. E ficaram em cima do capô, até que o reforço chegasse. O guarda apenas afugentou os animais com o cassetete. Os animais foram descritos pelo agente como violentos e intimidantes.

Os cães foram capturados por uma equipe de controle de animais. O dono foi chamado e os cães foram devolvidos a ele, que recebeu uma advertência por ter deixado os animais soltos sem nenhuma supervisão, principalmente por se tratar de animais altamente agressivos. 

Em entrevista ao canal KOCO, o agente foi questionado o porquê dele não ter usado sua arma no momento do incidente para expulsar os animais. O policial explicou, prudentemente, que no momento em que avistou o homem em perigo, que ele só pensava em salvá-lo do ataque feroz dos animais.

Publicidade

Ressaltou também que o local onde teria ocorrido o incidente era muito próximo de uma escola. O fato que ocorreu às 15h era perto do horário em que as crianças sairiam do estabelecimento de ensino. Então, por medidas de segurança e por não querer assustar as crianças, resolveu não usar sua arma. Apenas usou o cassetete para afastar os cães que tentavam, insistentemente, atacá-los no capô do veículo.

A viatura que Storm dirigia e que serviu de refúgio do ataque ficou toda arranhada por causa das investidas furiosas dos animais que tentavam alcançar os dois em cima do veículo. Mas, felizmente, tanto o policial quanto o homem que estava envolvido no incidente saíram sem ferimentos.

O homem que sofrera o ataque dos pitbulls não teve sua identidade revelada. O policial Barret Storm, que o salvou, ficou marcado pela destreza e profissionalismo que executou o salvamento, pois manteve a integridade física da vítima, tendo cautela e precações com as crianças da escola próxima ao local, e manteve ainda a vida dos animais. Mantendo tudo em perfeita sintonia e bem-estar de todos.

 

  #Crime #Casos de polícia