O caso ocorreu no estado da Geórgia, nos Estados Unidos da América. A professora Laura Rich, de 38 anos, foi presa na última sexta-feira, 23, por manter relações sexuais com dois de seus alunos. A educadora acabou sendo afastada da escola onde lecionava. Laura Rich manteve relações sexuais com os jovens em períodos diferentes, tendo como local escolhido para a realização do ato sexual a sua própria casa.

Segundo o jornal The New York Daily News, que publicou o caso, os dois alunos com os quais ela teria encontros sexuais tinham 16 e 18 anos de idade na época do envolvimento. Os encontros íntimos teriam acontecido ano passado.

Publicidade
Publicidade

De acordo ainda com as informações do jornal, as autoridades decretaram a prisão da educadora, não pela idade dos alunos, mas sim por ela utilizar o seu cargo de autoridade para atrair os estudantes até sua residência para a realização de encontros íntimos. Laura Rich foi presa sob a acusação de abuso sexual.

Um porta-voz da polícia local, o tenente Jay Baker, explicou que a relação professora-aluno tornou o fato um #Crime. Segundo investigações do caso, a educadora teria mantido vários encontros em ocasiões diferentes com os dois estudantes. Com o mais novo ela teria tido um relacionamento mais longo, com duração de alguns meses. Já com o seu aluno mais velho os encontros foram menos duradouros.

A identidade dos estudantes de 16 e 18 anos não foi revelada. Não se tem informações sobre qual seria o motivo inicial que a professora utilizava para atrair os alunos até sua residência, seduzindo-os e mantendo encontros íntimos casuais. Não se tem informação também da postura dos pais dos alunos que mantiveram relações sexuais com a professora ou se os genitores tinham conhecimento ou não dos encontros entre seus filhos e a professora.

Publicidade

Também não foi divulgado de onde partiram as denúncias.

Por conta das acusações Laura Rich foi afastada da escola Ace Academy, onde lecionava. Além do afastamento, a professora teve que pagar uma multa no valor de US$ 22.400 mil (cerca de 72 mil reais). Após o pagamento da multa Laura recebeu o direito de responder o processo judicial em liberdade. A professora provavelmente terá sua carreira de educadora encerrada e terá de pensar numa futura profissão, já que o caso tomou proporções enormes dentro e fora do país. #Casos de polícia