Desde o início de setembro temos reportado a aparição de misteriosos palhaços em várias regiões dos Estados Unidos, nomeadamente na Geórgia e da Carolina do Sul, onde aconteceram os últimos flagrantes.

Segundo testemunhas, indivíduos fantasiados de personagens circenses costumam abordar crianças, oferecendo a elas comida e dinheiro. Embora o propósito da abordagem seja desconhecido, o medo dos habitantes em relação a esses personagens era a única prova real da existência deles.

Contudo, o enigma dos palhaços está prestes a pertencer ao pretérito, depois de a polícia do município de Middlesboro, Kentucky, prender um desses indivíduos, na noite de sexta-feira (23), caracterizado com vestimentas e máscara dessas insólitas figuras.

Publicidade
Publicidade

Conforme informações do jornal britânico Metro, edição de sábado (24), ao contrário do que os habitantes das cidades onde foram vistos já acreditavam, os palhaços não são fantasmas ou alienígenas disfarçados, mas sim são humanos de ‘carne e ossos’.  

De acordo com a polícia de Middlesboro, o sujeito por trás da máscara se chama Jonathan Martin, de 20 anos. Ele estava escondido em uma área arborizada quando foi capturado pelas autoridades. Oficiais acusaram o rapaz de usar máscara em local público e de conduta desordenada.

Por meio de comunicado enviado à imprensa, autoridades do Kentucky explicaram não haver proibição com relação às roupas escolhidas pelos cidadãos. Contudo, o uso de máscaras em locais públicos é proibido em diversos municípios daquele estado – inclusive em Middlesboro. A polícia também ressaltou que ele foi preso porque estava gerando medo entre os moradores do local.

Publicidade

"Enquanto se vestir [de palhaço] não é, em si mesmo contra a lei, fazê-lo em público e criando assim uma sensação desnecessária de alarme é ilegal", alertou o boletim.

As fotos tiradas pelos agentes mostram Martin trajando os típicos macacões desses profissionais circenses. No entanto, a máscara usada pelo infrator remete aos filmes de terror do tipo It – Uma Obra Prima do Medo (1990).

Apesar do sujeito alegar que “estava tentando assustar as pessoas”, ao ser preso agachado ao lado de uma árvore, as autoridades não revelaram se Martin tem algum tipo de contato com as dezenas de palhaços observados na Carolina do Sul e na Geórgia.

Abaixo, o jornalista de uma emissora norte-americana, Phil Pendleton, escreveu no Twitter sobre a prisão do jovem. Ao que tudo indica, o quebra-cabeça está próximo do fim. Ou não.

#Entretenimento #Curiosidades #Viral