Parece enredo de filme de terror, mas a história passa longe de ser ficção. Duas irmãs, uma de 37 e outra de 42 anos de idade, cidadãs americanas, foram encontradas sem vida em quarto de hotel de luxo em ilha paradisíaca do Oceano Índico. A viagem de férias acabou de forma trágica, e as mulheres foram localizadas dentro de um hotel cuja a diária ultrapassa os 2 mil dólares.

Ilhas Seychelles

As Ilhas Seychelles ficam no Oceano Índico, ao norte da Ilha de Madagascar, no leste do continente africano. É considerado um paraíso na terra, já que suas praias de belezas exuberantes atraem turistas do mundo todo. As ilhas fazem parte de um país insular que tem uma população total estimada em pouco mais de 80 mil pessoas.

Publicidade
Publicidade

O Crime

De acordo com a Veja, a #Morte das irmãs só foi sabida uma semana após ocorrer. Um funcionário do Maia Luxury Resort & Spa, ao tentar acordar as americanas, viu que elas não atendiam e chamou a polícia local. Os oficiais então abriram o quarto e encontraram Annie e Robin Korkki, de 37 e 42 anos, já sem vida. Informações preliminares indicam que os corpos não apresentavam sinais de violência.

De acordo com o Ministro do #Turismo das Ilhas Seychelles, as duas teriam se divertido muito na noite anterior e depois foram para o quarto. Jornais locais informam que uma autópsia deverá acontecer ainda esta semana e a mãe e o irmão das duas vítimas estão viajando para o pequeno país. Em entrevista concedida nos Estados Unidos, o irmão das mulheres disse que a família está em choque e tentando compreender o que aconteceu.

Publicidade

Outras Notícias

Mulher quase pisa em cobra na Austrália ao calçar seus sapatos. O animal venenoso estava dentro de uma bota forrada de lã. Clique aqui e leia a notícia completa.

Mistérios da fé: corpo de santa no México abre os olhos depois de estar embalsamado há 300 anos. Momento foi registrado em vídeo e está deixando muita gente impressionada. Clique aqui para assistir o vídeo.

Adeus ao Orkut: rede social do Google vai deletar todos os dados, fotos e mensagens até o dia 30 de setembro. Clique aqui e saiba mais. #Tragédia