Cenas flagradas em frente um supermercado em Los Angeles, no estado norte-americano da Califórnia, registrou a agressão covarde de um homem contra uma mulher.

O vídeo mostra o agressor dando um soco na vítima, que cai no chão após o forte golpe. O rapaz fugiu do local e agora está sendo procurado pela polícia da Califórnia. As autoridades policiais divulgaram o vídeo na tentativa de identificar mais rápido o homem.

Tudo foi gravado por câmeras de segurança do circuito de monitoramento do estabelecimento. Segundo a Polícia de Los Angeles, a ocorrência foi registrada na noite do último domingo (25), em uma via de grande movimento, no distrito de Venice, em Los Angeles.

Publicidade
Publicidade

As imagens revoltaram moradores da região.

A sequência mostra primeiro os dois discutindo no interior do supermercado. Uma mulher entra no meio da briga, aparentemente para frear as agressões verbais.

Em outro plano de imagem, o agressor aparece saindo do comércio, com a mulher caminhando atrás dele. Os dois continuam discutindo. Na sequência, ele vira bruscamente e de forma inesperada desfere um forte murro. O impacto da pancada faz a mulher cair de costas na hora.

Populares próximos ao conflito percebem a violência. Um outro homem que viu toda a agressão tenta imobilizar o agressor, dando-lhe uma gravata por trás.  Também ele acaba sendo derrubado. Enquanto pedestres tentam dominar o agressor, a mulher segue caída no chão, aparentemente inconsciente.

Momentos depois, o homem consegue se desvencilhar e fugir do local.

Publicidade

Ele ainda não foi identificado. Outros cidadãos tentam acudir a vítima, cujo estado de saúde não foi divulgado pelas autoridades que investigam o caso.

Também não há informações sobre o motivo que levou a discussão entre os dois. 

Mas há uma versão, ainda não confirmada pela polícia de Los Angeles, de que a mulher agredida teria visto, momentos antes, o seu agressor insultar um morador de rua. A versão é de que ela interveio em favor do sem-teto e, com isso, iniciou-se a discussão, que culminou na agressão física.

#Crime #Casos de polícia