Nesta terça-feira (11), a mãe de Cathriona White denunciou o ator Jim Carrey por ter participado de maneira indireta do suicídio de sua filha. A jovem morreu em setembro do ano passado, por uma overdose causada por medicamentos, e Brigid Sweetman, a mãe da moça, quer que o ator seja responsabilizado pelo ocorrido. White suicidou-se aos trinta anos, e deixou para trás familiares e amigos que, até hoje, não entendem as motivações para que a jovem tirasse a própria vida. A ação contra o ator foi apresentada em Los Angeles, e se soma a outra denúncia feita pelo marido de White. Na época, ela e o marido Mark Burton estavam ainda casados no papel, mas já viviam separados, quando a mesma morreu.

Publicidade
Publicidade

Burton entrou com uma ação de denúncia semelhante ao que a mãe da maquiadora agora pede. Ambos acusam o ator canadense de ter sido o responsável por comprar as pílulas que a mulher usou para se matar.

Para o advogado de Jim Carrey, Martin D. Singer, as denúncias são apenas uma forma de comercializar a morte da jovem. De acordo com ele, as acusações não são verdadeiras, e um mesmo advogado seria o responsável pelas denúncias, tanto do marido quando da mãe.  Esse advogado seria Michael Avenatti, que estaria usando o nome da jovem para poder ganhar dinheiro em cima do ator. Segundo Singer, é preciso entender a dor de uma mãe que perde a filha tão jovem, mas que colocar a culpa no ator não é, de maneira nenhuma, justo. Como disse em depoimento à imprensa, ao tentar comercializar o suicídio da jovem, a mãe da garota estaria entrando na mesma estrada nebulosa cavada por Mark Burton, quando se associou ao advogado Avenatti.

Publicidade

Nos autos do processo estão registradas as acusações de que Jim Carrey teria adquirido as drogas através de nomes falsos para dar, posteriormente, a até então namorada. Ao que parece, White já tinha tentado suicídio, e a estaria mais propensa a se machucar se usasse os medicamentos. A mãe da jovem também faz essa denúncia, a de que o ator sabia da vulnerabilidade de White e que, ainda assim, forneceu as pílulas a ela. Ele ainda está sendo acusado de ter transmitido a White doenças sexualmente transmissíveis (DST), incluindo HIV I e II e Clamídia. Na época da morte da mulher, muitos jornais a associaram ao fato de que a maquiadora teria terminado com o ator. A mãe  dela agora só pede por justiça e diz que quer fazer vir à tona a verdade sobre a pessoa de Carrey. #Crime #Investigação Criminal