A gravidez na adolescência é sempre um risco e merece cuidados redobrados. Na Turquia, uma jovem de apenas 15 anos deu à luz seu filho, mas morreu devido a uma hemorragia cerebral. O caso aconteceu na província de bitlis na última quinta-feira (13) e alerta todo o mundo para o crescente número de adolescentes que estão engravidando e mais, não recebem a atenção necessária.

Derya B. foi internada, mas infelizmente os médicos não conseguiram impedir que ela morresse. A garota teve uma hemorragia cerebral muito forte assim que teve o bebê e os médicos apontam que o motivo do aneurisma foi devido ao parto, por ela ter tão pouca idade para ser mãe.

Publicidade
Publicidade

A adolescente se casou no ano passado, quando tinha somente 14 anos e a família preferiu não revelar a idade do marido.

Outro fator que pode ter contribuído para a morte da garota é que o parto foi realizado em casa, sem acompanhamento de profissionais especializados e equipamentos que poderiam ter salvo sua vida. Depois que o bebê nasceu, a jovem mãe começou a reclamar de que estava sentindo náuseas muito fortes e também enxaquecas. Quando chegou a ser levada ao hospital já era tarde demais, a hemorragia era irreversível e mesmo depois de dois dias de intensivo tratamento, ela veio a óbito.

Para que a adolescente tivesse sido salva, ou ao menos que as chances para ela sobreviver fossem maiores, era fundamental que o parto fosse realizado no hospital, onde receberia todo acompanhamento necessário e logo na sua primeira reclamação de dor forte na cabeça já seriam feitos os exames e a aneurisma seria detectado logo no início, o que aumenta bastante a porcentagem da pessoa ser salva.

Publicidade

A polícia turca irá investigar agora o que realmente aconteceu, pois há uma suspeita de que a garota foi obrigada a engravidar, assim como ter o bebê.

Tanto a família da adolescente, como também o marido, terão que depor e poderão até vir a responder processo, caso fique comprovado que a jovem fez algo contra sua vontade. Por enquanto, o bebê ficará sob o cuidado da família e do pai, até que a Justiça turca tome uma decisão. #Crime #Investigação Criminal #Casos de polícia