A marca sueca especializada em #móveis "baratos", a #Ikea, promoverá o #recall de 29 milhões de armários e baús. O anúncio foi feito por meio da Comissão de Segurança do Produto do Consumidor (CPSC) dos Estados Unidos, que também confirmou que, ao menos, seis crianças menores de quatro anos morreram por conta da queda dos móveis, além de 36 crianças que foram feridas por conta dos objetos. As peças vendidas pela empresa podem tombar e gerar ferimentos (ou até mesmo a morte).

Para evitar mais acidentes, a Ikea decidiu optou por cancelar a venda das peças que oferecem perigos às crianças. A loja de mobiliários também decidiu oferecer a devolução do valor total para quem comprou as peças entre 2002 e 2016, além de oferecer crédito parcial em compras nas lojas da empresa par aqueles que possuem móveis com mais de 15 anos.

Publicidade
Publicidade

A decisão foi divulgada pela NBC News nesta segunda-feira, dia 24.

O presidente da Ikea EUA, Lars Peterson, disse à NBC News que os clientes têm direito a um kit de reparo gratuito para prender os móveis nas paredes de forma adequada, evitando acidentes. O consumidor pode ainda solicitar que os profissionais da empresa façam o serviço. Mesmo assim, a Ikea aconselha que os armários e baús sejam colocados longe das crianças.

No ano passado, uma campanha foi feita pela própria marca para alertar os pais sobre os perigos dos móveis para crianças. De acordo com os dados divulgados, a cada 24 minutos, uma criança é enviada para a sala de emergência por conta de uma peça de mobiliário ou de uma televisão.

A Ikea conta que criou o programa de reparo e distribuiu 300 mil kits para os clientes que não fixaram o mobiliário da maneira adequada.

Publicidade

Dentre as vítimas dos acidentes envolvendo tais móveis, está o filho de dois anos de Jaquelyn Collas, que ficou preso entre a cama e um armário da Ikea, em 2014. O acidente levou à morte do menino e a empresa não havia alertado sobre os riscos oferecidos pela peça. A mãe do garoto diz que não sabia fixar o armário, mas achava que o móvel era seguro.