Uma bebê de três meses foi encontrada morta no interior de um ônibus, em Londres na Inglaterra. A tragédia aconteceu na manhã da última quarta-feira, dia 28, mas a #Justiça inglesa conseguiu, entretanto, fazer duas detenções. Um casal está acusado de homicídio e negligência infantil, e poderão ser julgados depois dessa morte. Foram os paramédicos que chamaram a polícia no local do incidente e, mais tarde, os policiais conseguiram implicar duas pessoas, que são suspeitas nesse caso. 

A autópsia provou que a menina, de três meses, morreu por uma lesão cerebral. No momento, não se sabem muitas informações sobre os suspeitos, que poderiam até ser os pais da menina. Rosalin Baker, de 25 anos e Jeffrey Wiltshire, de 52, foram detidos na sequência desse incidente.

Publicidade
Publicidade

Os paramédicos chamaram a polícia, depois da criança ser encontrada, já inconsciente, dentro do ônibus.

A menina ainda foi levada para o hospital londrino, e foram feitas várias tentativas de reanimação. No entanto, já nada foi possível fazer para que a morte da menina fosse evitada. A criança estaria apresentando várias lesões por todo o corpo, mas foram as mazelas na cabeça que provocaram a sua morte. A morte da menina foi declarada, já no hospital, onde foi também identificada. Essa primeira identificação, bem como o apuramento das causas da da morte, permitiram que as autoridades chegassem até esses suspeitos. 

Já neste sábado, dia 1, Rosalin e Jeffrey estiveram perante o juiz, no Tribunal, mas permanecerão na cadeia, até o julgamento ficar terminado. A mulher foi detida, ainda no hospital, onde teria estado com a menina, momentos antes de ser declarada a sua morte.

Publicidade

O homem foi detido horas mais tarde, mas, ainda nessa quarta-feira, possivelmente, no seguimento das declarações de Rosalin, que o teriam envolvido nesse incidente trágico. O casal terá que responder pelos crimes de maus tratos, negligência infantil e pelo homicídio da menor. 

Gary Holmes, detetive nesse caso, está pedindo para que as pessoas que tenham algum conhecimento nesse caso que prestem declarações para as autoridades, de forma que a Justiça possa agora cumprir o seu trabalho, ajudando assim nas investigações.  #Família #Crime