A #Maternidade é um momento que quase todas as mulheres experimentam durante a sua vida. O estado de maternidade implica que a mulher está pronta para criar, nutrir e proteger uma nova vida. Normalmente essa fase da vida da mulher ocorre após os 18 anos, mas neste caso incrível a menina peruana Lina Medina teve um filho quando tinha apenas cinco anos, sete meses e 21 dias, tornando-se assim a #mãe mais jovem de que já se teve notícia.

Lina Medina nasceu em 27 de setembro de 1933, na aldeia de Ticrapo, no Peru, localizada a 7.400 pés acima das montanhas, em uma das regiões mais pobres do país, e foi um dos nove filhos de seus pais, Tiburcio Medina e Victoria Losea. 

Este é considerado um caso muito raro de puberdade precoce.

Publicidade
Publicidade

A menina teve suas primeiras menstruações com dois anos e meio, e com a idade de cinco anos seus pais perceberam um aumento anormal no tamanho do seu abdômen e procuraram ajuda nos curandeiros locais, que não detectaram problema algum na menina. 

Seus pais acreditavam que o crescimento anormal do abdômen de Lina se devia a um tumor no estômago. Então resolveram procurar um hospital em Pisco, onde os médicos descobriram que Lina estava no sétimo mês de gravidez.

O Doutor Gerardo Lozada descobriu que Lina havia desenvolvido completamente as glândulas mamárias e todo o sistema reprodutor. Os médicos de Pisco se surpreenderam com a gravidez e ficaram perplexos a respeito de como uma criança de cinco anos poderia engravidar, não deixando passar a oportunidade de estudar um caso tão raro na medicina.

Publicidade

 

Dr.Gerardo conseguiu a transferência da menina para um hospital em Lima, onde a menina foi mantida sob observação constante. Um mês e meio depois de sua transferência, Lina Medina deu à luz um bebê saudável por cesárea, em 14 de maio de 1939.

O pai da menina chegou a ser preso, acusado de abusar sexualmente da menina e de incesto, mas foi libertado após alguns dias por falta de provas. As suspeitas se direcionaram então para o irmão de Lina, que sofria de problemas mentais. Até hoje, ninguém sabe realmente quem engravidou Lina Medina, pois a mesma nunca revelou quem era o pai do seu filho e nunca falou sobre o assunto, chegando a recusar uma entrevista com a Reuters em 2002. #Curiosidades