A incrível história de vida do bebê chamado Aidin, de apenas sete meses de vida, está chocando a todos na internet. O menino passou por um trágico momento ao nascer: sofreu golpes de faca e foi enterrado vivo pela própria mãe. O #Crime que ocorreu na Tailândia está revoltando as pessoas pelo mundo. Talvez por isso, depois dos fatos que aconteceram no início deste ano, a história tenha um final mais feliz, pois o bebê encontrou um novo lar na Suécia.

O menino Aidin foi encontrado por uma agricultora, Kachit Krongyut. A mulher conta que ouviu choro de criança e começou a procurar de onde estava vindo aquele barulho, e de repente viu um pequeno pé meio coberto pela terra.

Publicidade
Publicidade

Kachit correu até o local e rapidamente desenterrou o bebê e o levou para o hospital mais próximo. Para a agricultora, foi um momento muito emocionante e ao mesmo tempo triste, pois cometeram uma grande maldade ao um recém-nascido.

De acordo com informações da polícia local, o bebê tinha no corpo ferimentos, feitos por golpes de faca, exatamente quatorze facadas pelo seu corpo. O menino foi enterrado vivo e com a cabeça virada para terra

Segundo informações dos médicos, o fato do menino estar virado para baixo ajudou muito para ele sobreviver, pois o corpo dele ficou contra a pressão do solo, contribuindo para que não sangrasse tanto. O socorro aconteceu no tempo certo para livrar a criança da morte.

Identidade da mãe é quase desconhecida

A informação da mídia internacional sobre a mãe de Aidin é contraditória.

Publicidade

O Mirror, do Reino Unido, em um artigo de maio desse ano, indicava que a polícia não tinha encontrado a mãe, mas que a pista sugerir uma tentativa de esconder uma gravidez adolescente. Mas o Daily Mail, também do Reino Unido, em um artigo de outubro, refere que a mãe seria uma mulher de quarenta e dois anos, já detida pela polícia, mas não deu motivos para que a mulher tenha tido esse comportamento. 

Novo lar na Suécia

O Daily Mail e o Morning Ledger (EUA) contam também o final feliz dessa história: o menino Aidin ganhou um lar na Suécia, uma nova família e muito amor. A identidade dos pais não é revelada pela mídia. Entretanto, se conhece a opinião da agricultora tailandesa que o salvou, de seu marido que deu logo seu apoio, e também do pessoal do orfanato Kaen Thong, que acolheu o bebê Aidin. Todos estão felizes que Aidin tenha encontrado uma nova casa e acreditam que ele será feliz. #milagre #Bebês