Um protesto em frente à embaixada dos Estados Unidos, nas Filipinas, ocorrido na manhã dessa quarta-feira (19), terminou em #Tragédia e muita violência, segundo notícia divulgada pela agência internacional de notícias, Reuters.

Toda a tragédia foi registrada em vídeo pela imprensa local e as imagens fortes estão circulando e chocando as pessoas em todos os lugares do #Mundo, pela da internet e telejornais responsáveis pelo compartilhamento de notícias.

O vídeo que está sendo divulgado, mostra claramente, o exato momento em que uma van da polícia da cidade de Manilha, nas Filipinas, avança em meio a centenas de pessoas que protestam (grupos de esquerda e grupos de indígenas) pacificamente, em frente à embaixada dos Estados Unidos.

Publicidade
Publicidade

Os grupos reunidos queriam mostrar apoio ao presidente filipino, Rodrigo Duterte, e principalmente, mostrar apoio às ações referentes a sua política externa mais independente, estimuladas pelo governo.

Vídeo

O motorista parece enfurecido e não satisfeito de avançar nas pessoas, ele ainda dá marcha ré na van e recua, atingido dezenas de pessoas que tentam fugir ensandecidas com a atitude de fúria do motorista. Muitas pessoas ficaram presas embaixo do automóvel e foram feridas gravemente na cabeça. Uma delas, por pouco não teve a cabeça esmagada pela roda do automóvel.

Assista ao vídeo do exato momento em que o motorista da van policial avança e atropela dezenas de pessoas nessa quarta-feira em Manilha, nas Filipinas.

Rodrigo Duterte e sua política de intolerância e apoio à violência

O presidente das Filipinas está chocando o mundo com seu comportamento intolerante e suas declarações de apoio à violência.

Publicidade

Mas o que o fez famoso mundialmente foi o ato de insultar o presidente da maior potência econômica do mundo, Barack Obama. Duterte chamou o presidente americano de “filho da p...” em um de seus discursos feitos recentemente.

Segundo informações veiculadas em órgãos de notícias internacionais, Duterte é terminantemente contra o uso de drogas em seu país. Ele é a favor da pena de morte para os que forem pegos utilizando entorpecentes. Por enquanto, 2,3 mil pessoas suspeitas de serem usuárias de drogas foram mortas no país, somente nesse ano. #atropelamento