Matthew é o nome do intenso furacão que devastou o Haiti, deixando quase 900 mortos e muitos feridos, trazendo a visão do terror num país carente. O #furacão trouxe também a percepção da intensidade do estrago maior que traria aos Estados Unidos, se não perdesse força; ainda assim, houve 10 mortes em território americano até ao momento, e outros estragos na América Central.

Há uma foto do furacão, tirada pelo satélite da NASA, na qual muitas pessoas veem a face de um monstro, ou até mesmo a visão de uma caveira negra sorridente de olhos avermelhados. Não parou por aí, outras pessoas compararam até mesmo com um dinossauro ou um demônio, e a chamam de Face da Morte.

Publicidade
Publicidade

As cores misturadas trazem um ar exótico um tanto amedrontador, porém, há usuários das redes sociais onde a imagem circula acreditando que tudo não passa de montagem, ou edição de alguns efeitos para dar força ainda maior a algo que não necessita de ajuda para ser tenebroso. Cada um tem uma visão diferente da mesma imagem; isso é chamado de #pareidolia, que também acontece quando vemos imagens em nuvens. A pareidolia altera o significado do que vemos, de acordo com a idade, ou até mesmo de acordo com a bagagem de vivências que temos. São muito frequentes, por exemplo, as alegações de aparição de representações de Jesus Cristo em objetos, em países cristãos, e também de mensagens do Corão, também em objetos, em países islâmicos. 

O nome do furacão, como acontece com os demais fenômenos naturais, foi escolhido pela Organização Meteorológica Mundial, agência da ONU situada em Genebra na Suíça, que faz a escolha alternando do feminino para o masculino.

Publicidade

No período da Segunda Guerra Mundial eram escolhidos somente nomes de mulheres, retificando a lenda que os nomes são escolhidos para homenagear políticos importantes dos Estados Unidos.

O que acontece é que, mesmo sendo somente uma imagem do furacão tirada pelo satélite, ou qualquer outra imagem que se possa notar em Matthew, as pessoas não esqueceram tão cedo o quão destruidor se mostrou por onde passou, e por onde ainda vai passar, mesmo perdendo sua força. #furacaomatthew