Os irmãos Jadon e Anias McDonalds, gêmeos siameses, que estavam correndo grande risco de complicações médicas, foram desgrudados através de uma #Cirurgia delicada e longa, que teve duração de vinte e sete horas. Os gêmeos foram internados no Hospital Infantil do Centro Médico Montefiore, do Bronx - Estados Unidos, na última quinta-feira (13) e somente para efetuar a separação de crânio das crianças foram necessárias dezesseis horas de procedimentos. A cirurgia teve fim no dia seguinte, na sexta-feira.

O processo cirúrgico para separação de crânio foi realizado pelo doutor James Goodrich, que é um dos melhores especialista para esses casos.

Publicidade
Publicidade

O caso está sendo considerado como uma das cirurgias mais delicadas e longas da história da carreira profissional do dr. Goodrich.

Família agradece o milagre

A mãe dos meninos, a senhora Nicole McDonald, se mostrou muito emocionada, declarou que o amor não mudou após a separação das crianças e postou frases declarando seu grande amor aos filhos em seu perfil no Facebook. Nicole disse que sempre teve noção de como a cirurgia era delicada e, no final, agradeceu bastante ao doutor James Goodrich e toda sua equipe. Para a mãe dos gêmeos a cirurgia foi um milagre, tendo Deus usado o médico e sua equipe para realização de uma grande obra na vida dela e de sua família.

Riscos ainda presentes no pós-cirurgia 

Apesar de a cirurgia ter sido um sucesso, os médicos alertam que os próximos dias exigirão um cuidado pós-cirúrgico todo especial.

Publicidade

Existe a probabilidade deas crianças apresentarem um inchaço cerebral ou sofrerem um acidente vascular cerebral. Durante os próximos meses, os meninos terão um acompanhamento rigoroso por parte do médico e a sua equipe, para verificarem a reação dos organismos deles.

De acordo com muitas pesquisas realizadas durante o decorrer dos anos, a cirurgia para separação do crânio nos casos de gêmeos grudados através da cabeça é a única forma de sobrevivência nesses casos. Os gêmeos não resistem por muito tempo quando nascem nessa condição, pois a chance de apresentarem complicações médicas é muito grande. #EUA #Saúde