Reuben Nsemoh tinha sofrido recentemente um acidente, enquanto jogava bola com os seus amigos, e por isso entrou em coma, devido a um sangramento no seu cérebro. Quando acordou, o jovem norte-americano de 16 anos começou falando fluentemente outro idioma, que não era o qual estava habituado.

De acordo com os dados recolhidos pelo jornal português Correio da Manhã, o jovem norte-americano, que mora na Geórgia, começou falar espanhol quando acordou do coma. O mais curioso é que o adolescente não sabia falar espanhol antes de sofrer o grave #Acidente, em setembro. Quando acordou do coma, tanto a família como os médicos ficaram admirados com o fato do jovem nem conseguir falar a sua língua materna, o inglês.

Publicidade
Publicidade

Segundo o mesmo jornal português, o jovem permaneceu três dias em coma. Reuben Nsemoh entrou no hospital com várias convulsões devido ao sangramento no seu cérebro. 

O jovem já foi entrevistado pelo canal norte-americano FOX News, e afirmou que acredita que esse idioma poderia estar "escondido" no seu subconsciente, já que ele tem vários amigos que falam habitualmente espanhol e um dos seus irmãos também fala bem este idioma.

Os especialistas médicos que ficaram responsáveis pelo caso do adolescente não conseguem explicar o motivo dos conhecimentos da língua espanhola de Reuben estarem desaparecendo à medida que o seu estado de saúde vai melhorando. Neste momento, Reuben já começa revelando os conhecimentos que tinha da sua língua materna, o inglês.

Reuben revelou, quando foi entrevistado, que não se importa em estar perdendo os seus conhecimentos na língua espanhola à medida que vai recuperando.

Publicidade

Para ele, o importante agora é voltar a jogar futebol com os seus amigos, como tanto gosta de fazer.

Já foi divulgado o estado de saúde do adolescente, verificando-se que continua internado para melhor se recuperar do acidente. De acordo com os dados divulgados pelos especialistas médicos que acompanham o jovem, Reuben continua tendo convulsões com alguma regularidade e por isso, ainda não existe uma data prevista para a sua saída do hospital. #Mundo #EUA