Victoria Martens tinha acabado de começar a quarta série em uma escola primária de Albuquerque e comemorou seu aniversário de 10 anos na terça-feira.

Na quarta-feira, ela foi morta no que a polícia descreveu como um #Crime "horrendo".

A polícia de Albuquerque identificou os suspeitos como a mãe de Victoria, Michelle Martens, o namorado de sua mãe, Fabian Gonzalez e a prima de Gonzales, Jessica Kelley.

A polícia disse que Michelle, de 35 anos, e seu namorado, de 31 anos de idade, confessaram à polícia quarta-feira que eles injetaram metanfetamina na garotinha "para acalma-la, e então fazer o que quisessem com a menina". De acordo com as declarações da própria mãe, Fabian Gonzales estuprou a menina enquanto Kelley observava.

Publicidade
Publicidade

A policia relata que quando entraram no apartamento, ele se encheu de fumaça e descobriram o corpo de Victoria Martens parcialmente enrolado em um cobertor em chamas, dentro de uma banheira. Foi informado que a criança não tinha pulso, sua perna esquerda foi quase completamente cortada e ambos os braços foram removidos. Ela foi declarada morta na cena do crime.

Michelle disse à polícia que Fabian sufocou sua filha até a morte depois de ter relações sexuais com ela. Porém, Fabian negou qualquer envolvimento na morte, dizendo à polícia que foi Kelley, a sua prima, que esfaqueou e desmembrou a jovem.

Kelley foi recentemente libertada da prisão e estava com Michelle no momento do assassinato, disse Michelle à polícia. Ambos, Kelley e Fabian, tem extensos antecedentes criminais.

A mãe, aparentemente, só tinha uma passagem por tráfego de drogas no passado, de acordo com a filial.

Publicidade

Os policiais estão chamando de um dos piores casos que já viram. Michelle Martens foi acusada em tribunal, nesta quinta-feira, 29, por sequestro e abuso de crianças, resultando em morte. Fabian Gonzales enfrenta os mesmos encargos, bem como estupro de crianças. O tribunal definiu uma fiança de 1 milhão de dólares para ambos.

Kelley, que está hospitalizada, também é esperada para ser acusada de sequestro, assassinato e estupro de crianças.

O advogado Tom Clark, que representa Gonzalez, disse apenas que ele iria se encontrar com o seu cliente no início da próxima semana. Os advogados que representam Michelle Martens e Jessica Kelley não se manifestaram, segundo a CNN. #Pedofilia #EUA