Funcionários da prefeitura de Karachi, localizado no Paquistão, foram às ruas e envenenaram mais de mil cachorros. A história começou quando começaram a surgir várias denúncias de cães avançando contra os cidadãos, inclusive teriam mordido mulheres e também crianças e a atitude da prefeitura foi mandar matar todos os #Animais envenenados.

Ao todo são 1.050 cachorros sacrificados e essa foi apenas a primeira fase da operação, porque a previsão agora é matar pelo menos mais 2 mil cães. De acordo com Rehan Hashmi, que é o presidente da jurisdição do município, não há nenhuma outra forma de acabar definitivamente com o problema dos milhares de cachorros que estão pelas ruas trazendo vários transtornos e também riscos às pessoas.

Publicidade
Publicidade

A população da cidade já vinha pressionando as autoridades para que algo fosse feito o mais rápido possível e assim foi tomada a decisão do envenenamento.

Hashmi disse que "ficaria encantado" em tomar uma outra atitude para solucionar o problema, mas infelizmente não há mais nada a ser feito. O curioso é que lá no Paquistão é sempre muito presente o debate a respeito dos direitos dos animais, mesmo assim houve essa matança desenfreada.

Muitos veterinários e também ativistas estão começando a se mobilizar para que uma outra alternativa possa ser encontrada e assim milhares de cães serão poupados do envenenamento. O problema é que após os ataques dos animais, a população encontra-se com muito medo.

Outra questão que tem complicado o trabalho dos ativistas e também dos veterinários em salvarem a vida dos cachorros é que para boa parte das pessoas, os cães são seres impuros e por isso não merecem viver.

Publicidade

O mundo ficou chocado com as imagens que circulam pelas redes sociais, mostrando uma grande quantidade de cães mortos, espalhados pelas ruas, mas o problema pode se agravar muito mais, uma vez que em Karachi existem cerca de quase 40 mil cachorros vivendo nas ruas, ou seja, milhares ainda poderão ser envenenados e tudo isso contando com o apoio da população. #Cachorro #Polêmica