Julia Martin, uma mulher de 28 anos de idade, descrita por sua família como uma paroquiana ambiciosa, foi morta a facadas em seu apartamento, em Chicago, Ilinóis, por seu ex-noivo, de 35, que, em seguida, pulou pela janela do apartamento. A polícia disse à CBS Chicago que o ex-noivo de Martim, identificado por amigos e familiares como o personal trainer Rodney Harvey, foi até a sua casa no bairro de Prairie Shores, no South Side de Chicago, por volta das 19:00 hora local, e a esfaqueou repetidamente após arrombar a porta de seu quarto.

O pai de Julia Martin, Derrick Martin, disse ao Chicago Tribune que sua filha estava em um relacionamento com Harvey durante três anos, mas cerca de seis meses atrás eles se separaram.

Publicidade
Publicidade

Ele disse que Harvey visitou sua filha na sexta-feira à noite para recolher o anel de noivado que ele tinha dado a sua filha. Mas em vez de recolher o seu anel, mas ele esfaqueou Julia repetidamente, em seguida, pulou pela janela do apartamento. A polícia diz que Harvey e Julia foram levadas ainda com vida para o Hospital Northwestern Memorial, mas os dois não resistiram aos ferimento e morreram.

O pai de Júlia disse que durante seus momentos finais, sua filha tentou desesperadamente pedir ajuda. Ela chamou a polícia implorando por uma ambulância e disse-lhes o nome de seu agressor, ela ligou para amigos e chamou seu pai. "Não só fez ela me chamar, ela me mandou uma mensagem enquanto ela estava passando por tudo isso", disse Derrick Martim o Tribune. "Ela estava chamando todo mundo, dizendo que ela queria ajuda.

Publicidade

Ela chamou um outro amigo e ela estava ofegante por telefone, tentando recuperar o fôlego. Ele pensou que era uma brincadeira de Júlia. Ele se sente tão muito mal", complementou. O pai de luto também não viu um texto de sua filha que dizia: "Chame-me o mais rápido possível".

O pai de Júlia disse que sua filha lhe contou sobre seu rompimento com Harvey e revelou que ela recentemente começou a namorar novamente, mas ele relatou que nunca esperava que sua filha seria morta pelo seu ex-noivo. #Crime #Casos de polícia #Morte