Nos últimos meses tem-se noticiado muitas informações a respeito da grave crise financeira que a Venezuela enfrenta, desde a queda nos preços de produtos globais como o petróleo, entre outros. A informação mais recente é de que a crise econômica do país estaria prejudicando muitos hospitais que estão sofrendo com a falta de medicamentos e produtos de limpeza. O jornal Daily Mail explica que no país já são mais de 30 milhões de pessoas sofrendo com a falta de remédios básicos.

Além disso, parte da população está sofrendo devido a escassez de alimentos causado pela hiperinflação desde a queda do preço do barril de petróleo.

Publicidade
Publicidade

Outro fato que chama a atenção e para as precárias condições em que se encontram as penitenciárias do país. E o caso da penitenciária San Juan de Los Morros, que fica localizada na região central da Venezuela. Na ocasião, os detentos gravaram um vídeo onde imploram por comida e medicamentos.

As imagens teriam sido gravadas por meio de um celular onde um detento chamado de Franklin Paul Hernandez, também conhecido como Quezada. De acordo com as imagens, um dos detentos aparece sentado em uma cadeira de rodas e em péssimas condições de saúde, ele afirma estar nessa situação devido à fome e como consequência não consegue mais andar. Durante a apresentação do vídeo, os prisioneiros relataram que muitos dos seus companheiros já morreram de fome, ou devido às doenças contagiosas.

Durante o vídeo, um dos prisioneiros mandou o cinegrafista gravar o seu péssimo estado de saúde.

Publicidade

Na ocasião, os presos dizem que necessitam com urgência de medicamentos, água potável e alimentos. Muitos dizem que precisam de uma segunda chance, enquanto outros afirmam que não querem morrer nestas condições.

Ainda durante a gravação, é possível perceber uma voz anônima dizendo que a mídia mundial precisa saber o que acontece nas penitenciárias do país. A mídia venezuelana por sua vez informa que o governo reduziu pela metade o envio de suprimentos para a prisões. O caso acabou gerando muita revolta pelas famílias de presos que pediram providências para o governo venezuelano. #crise na venezuela #Entretenimento #Curiosidades