O caso de violência aconteceu essa semana na cidade de Neyungri, na Rússia, e as imagens têm circulado na internet. Muitos internautas se manifestaram a favor do mestre, que foi agredido pelo estudante de uma escola secundária.

O vídeo mostra o momento em que o jovem agride o ancião e é expulso pelos colegas. É possível ver nas cenas o momento do tumulto gerado por uma ação descontrolada do professor. Inicialmente, o mestre fica irritado pelo fato do jovem estar com fones de ouvido e mexendo no celular enquanto ele tenta ministrar uma aula. O idoso, então, se dirige até o menino e retira de maneira grosseira os fones de ouvido com o qual o adolescente aparentemente escutava música.

Publicidade
Publicidade

O que ele não podia esperar é que o rapaz ficasse tão irritado a ponto de começar a agredi-lo na frente de toda a classe.

A ação descontrolada do ancião gera uma reação também de violência por parte do jovem, que aparentemente não admite que o docente lhe trate de maneira tão rude. Os colegas, no momento da confusão, ficam consternados e tentam ajudar o professor já de idade, retirando o colega do ambiente. É possível escutar que um dos adolescentes presentes na sala de aula diz que o rapaz deve se retirar imediatamente, pois um ato como esse não podia ser admitido. A ideia de defender o professor mostra que os outros alunos gostavam dele, e que justificaram a sua ação devido a uma indisciplina do colega. A escola não soltou nota sobre o ocorrido e preferiu não fazer alarde sobre o fato.

Publicidade

Ao que parece, esse foi um problema interno e houve a decisão de não expor os envolvidos.

A violência nas escolas e brigas entre professores e alunos não é algo incomum. Muitas vezes, os gestores de ensino têm que lidar com adolescentes indisciplinados e cada vez mais violentos. Essa pressão diária para tentar coordenar os jovens dentro das salas de aula, às vezes, acaba levando a uma postura autoritária por parte dos mestres, o que gera um ambiente de tensão. Hoje, mais do que nunca, entreter os jovens com uma aula virou uma tarefa quase impossível. Com tantos eletrônicos e internet disponível, fazer com que os adolescentes prestem atenção ao que o professor está falando requer lições muito mais dinâmicas. Ao que parece, tentar envolver o máximo possível esses alunos que se interessam cada vez menos pelas aulas teóricas e complexas é o segredo para mantê-los dentro da escola.

#Educação #Crime