Segundo o site do Investor's Business Daily‎, #Donald Trump manteve um ponto de vantagem 41% - 40% sobre #hillary clinton, mostrando que o terceiro e último debate presidencial teve pouco impacto na escolha das pessoas. O libertário Gary Johnson teria subido de 1 ponto para 8, enquanto a candidata do Partido Verde caiu para 4 pontos. Num confronto um contra um, Clinton continua a manter uma vantagem de dois pontos sobre Trump, com 43% a 41%. O site também afirmou que, com pouco mais de duas semanas até a eleição, pouco menos de 12% dos entrevistados disseram que ainda não tinham certeza de qual candidato vão escolher no dia 8 de novembro. O instituto informou que sua pesquisa nacional IBD/TIPP com 789 prováveis ​​eleitores tem uma margem de erro de +/- 3,6 pontos percentuais.

Publicidade
Publicidade

Republicano mantém "suspense"

Essa pesquisa é a segunda a demonstrar um crescimento da preferência dos eleitores por Trump depois do terceiro e último debate presidencial. No dia seguinte, o Instituto Rasmussen já apontava Trump com uma liderança de dois pontos sobre Hillary. O que todos queriam saber é como havia sido a reação do público ao debate do dia 19.

A imprensa esquerdista tradicional, que foi acusada pelo site Wikileaks esta semana de ser apenas um "puxadinho" do partido de Hillary, tratou de fazer um alvoroço sobre as declarações de Trump de que só diria se aceitaria ou não o resultado das eleições no dia do pleito. "Eu só vou ver no dia", disse Trump. E acrescentou: "Vou manter vocês em suspense." disse ele a Chris Wallace, jornalista da Fox News, que serviu de moderador do debate.

Publicidade

Apoio a Trump se mantém

Apesar da algazarra feita pela a imprensa condenando esta afirmação de Trump, a pesquisa mostrou principalmente que não ouve queda no seu apoio, e segundo o site da IBD/TIPP, nem os resultados da pesquisa teriam mudado muito num confronto de pontos de vista entre Trump e Clinton sobre uma variedade de tópicos, incluindo política econômica, imigração, armas, aborto, Síria, Supremo Tribunal, direitos e até mesmo hackers russos.

O site informou também que não foram feitas perguntas sobre as farpas pessoais jogadas pelos dois candidatos no último debate, quando Clinton chamou Trump de "fantoche" do presidente russo, Vladimir Putin, e sugeriu uma ligação de Trump com os vazamentos de seus e-mails para a WikiLeaks. Trump respondeu, rotulando Clinton como uma "mulher abjeta." #Eleições EUA 2016