O que um vaca, conhecida por ficar no campo e dar leite, estaria fazendo no meio do oceano? É essa a pergunta que milhares de pessoas estão fazendo em todo o mundo após um vídeo envolvendo esse animal viralizar na internet. A pobre vaquinha acabou virando comida de tubarão na água salgada. Basta saber como ela foi parar lá. O vídeo que mostra o ataque do predador dos sete mares já foi visto por mais de cem mil pessoas, que ficam sem entender o que realmente aconteceu. O caso começou a repercutir aqui no Brasil nesta quinta-feira, 27, quando foi publicado por uma coluna de casos bizarros do jornal carioca 'O Globo', a 'Page not found'. 

De acordo com a coluna, a vaca que aparece nas imagens do Youtube é da raça Zebu. Já o tubarão que a comeu é da espécie tubarão-tigre.

Publicidade
Publicidade

O caso mostra que quem acredita que já viu tudo na vida, precisa realmente repensar os seus conceitos, já que sempre é possível se surpreender. Isso tem acontecido com grande frequência entre muitas pessoas hoje. Tudo graças à internet, que virou uma espécie de janela para todo o mundo. Os pesquisadores das águas acreditam que a vaca estava em um cargueiro e que acabou caindo de lá. Não é muito comum o transporte desse tipo de animal ainda vivo por meio de navios, mas tudo é possível, até mesmo um tubarão comê-la. 

O destino cruel para a vaca foi registrado na praia da Ilha de Mayotte, no Oceano Índico. A gravação foi feita a 500 metros da areia, o que faz a segunda hipótese de como a vaca foi parar na água ganhar força, a de que ela era criada na região e que ao ir dar um passeio na areia, acabou se distraindo e sendo levada pelas ondas.

Publicidade

Desajeitada e sem saber nadar, ela acabou virando uma presa fácil para o tubarão, que parecia bem contente, mas ao mesmo tempo feroz com o seu almoço.

As imagens foram feitas por pescadores, que mal podiam acreditar no que viam.Veja abaixo o vídeo polêmico, que já tem quase 200 mil exibições apenas no Youtube. Lembramos que as imagens são fortes. Por isso, caso ache melhor, não assista.

#Animais