Brenden Bickerstaff-Clark, de Ohio, Estados Unidos, postou um vídeo em sua conta no Facebook onde mostra dizendo a seu filho de apenas oito anos de idade que sua mãe morreu devido a uma overdose de heroína, segundo publicou o jornal Daily mail.

Na descrição do vídeo, Brenden escreveu: "Isto é para todos os viciados que têm filhos. Hoje eu tive que dizer para meu filho de oito anos que sua mãe morreu na noite passada por causa de uma overdose de #drogas. Esta foi uma das coisas mais difíceis que já tive de fazer. É a realidade de nossa doença. Não deixe que esta enfermidade (vício) faça que alguém diga ao seu filho que você morreu por causa das drogas. Meu filho não tem mãe por causa da heroína; é difícil dizer, mas você deve ouvir. Por favor, procure ajuda para que seus filhos não sofram. Esta não é uma montagem, isto é real. Eu gravei este vídeo para todos os viciados que têm filhos para que possam ver o quão sério é esta epidemia. Eu sou um viciado em recuperação, há 94 dias limpo. Por favor, compartilhe esta mensagem e talvez você vai ajudará a salvar o pai de uma criança".

Publicidade
Publicidade

No vídeo, Brenden aparece sentado de frente com seu filho, segurando-lhe as mãos, onde diz "Eu tenho algo para lhe dizer, OK?... Mamãe morreu na noite passada.", então a criança chocada pergunta "- O quê? O que quer dizer, minha mãe? Como?".

Quando o pai lhe diz que foi por causa das drogas, o menino de repente começa a chorar e é confortado pela amiga de seu pai, que lhe abraça e diz "Mamãe está no céu". Então, ao ver o desespero de seu filho, Brenden pula a mesa e abraça o garoto dizendo: "Eu te amo".

Um recente relatório emitido pela ONU (Organização das Nações Unidas), alertou que os Estados Unidos têm vivido uma epidemia de heroína, onde o uso deste entorpecente triplicou em apenas dez anos. Segundo a pesquisadora Angela Me, responsável pelo relatório, o número de usuários de heroína é o mais alto registrado em 20 anos.

Publicidade

A atitude de Brenden, em tornar público o seu problema com as drogas e expondo seu próprio filho, foi condenada por alguns usuários que comentaram na rede social, afirmando que este tipo de notícia deveria ser algo privado e tratado apenas dentro no âmbito familiar, sem expor a criança.

Em contrapartida, alguns apoiaram a atitude do homem. "Eu espero que o vídeo abra muitos olhes. Fique forte", escreveu a internauta Sheila Keith.

Já Michelle Greene pediu orações para a #Família de Brenden, em especial para o pequeno garoto. Michelle diz ainda que Brendem precisa manter-se limpo, pois seu filho vai precisar muito dele. "Compartilhar este momento, era a coisa certa a fazer", escreveu outra internauta.

#Vícios