De acordo com o site Express, do Reino Unido, um impressionante caso envolvendo abdução alienígena completou 36 anos nesta segunda-feira (28). Uma das coisas que chamam a atenção neste incidente é que o seu protagonista, o policial Alan Godfrey, apresentou um relatório oficial aos seus superiores.

Tudo aconteceu nas primeiras horas do dia 28 de novembro de 1980, enquanto Godfrey realizava uma patrulha pelas redondezas da cidade de Todmorden, localizada em West Yorkshire, na Inglaterra.

Enquanto estava à procura de gado desaparecido por volta das 05h00 da manhã, trafegando por Burnley Road, o ex-policial afirmou em seu relatório (posteriormente entregue às autoridades locais) que avistou uma espécie de veículo se aproximando de seu carro.

Publicidade
Publicidade

Em um primeiro momento, Godfrey pensou que era um ônibus vindo em sua direção, mas ao chegar mais perto, o oficial constatou, para seu espanto, que se tratava de um objeto de formato oval, girando a uma grande velocidade e pairando tão próximo à estrada que fazia os arbustos nas proximidades "tremerem".

Explosão de luz

Segundo o Express, Godfrey parou seu carro e começou a esboçar um desenho do OVNI em seu bloco de notas, quando foi atingido por uma "enorme explosão de luz". A última lembrança que o ex-policial teria até então deste evento é que estava novamente dirigindo na mesma estrada, e o estranho objeto já não se encontrava mais ali.

O ex-oficial chegou a voltar ao local onde acreditava ter ocorrido o incidente, e embora a estrada estivesse molhada devido à chuva, encontrou uma área em formato circular que estava seca.

Publicidade

Além disso, constatou que suas botas estavam rachadas nas solas, e atribuiu isso ao fato de possivelmente ter sido arrastado.

Ao chegar à delegacia, Godfrey percebeu que estava 15 minutos atrasado. Ele não conseguia se lembrar do que havia ocorrido nesse tempo perdido, e com medo de ser ridicularizado, achou melhor não reportar nada de anormal.

Entretanto, começaram a surgir relatos de testemunhas que também haviam visto, no mesmo dia, um objeto brilhante pelas redondezas – incluindo policiais da cidade vizinha, Halifax. Depois destes relatos, o ex-oficial elaborou um relatório, que acabou sendo vazado para a imprensa.

Regressão hipnótica

Conforme relatou o Express, ufólogos começaram a investigar o caso, e convenceram Godfrey a participar de uma regressão hipnótica, com o intuito de recuperar possíveis lembranças do evento. Foi então que surgiu um quadro de memórias bizarras.

Enquanto estava hipnotizado, o ex-policial relatou que após a explosão de luz acabou ficando inconsciente, e se lembrou de acordar em uma sala estranha, que mais se assemelhava a uma casa do que a uma nave espacial.

Publicidade

Neste local, Godfrey encontrou um homem barbudo chamado Yosef que o interrogou telepaticamente, e que era auxiliado por pequenas criaturas semelhantes a robôs. Estes seres ajudantes tinham a altura aproximada de uma criança de cinco anos, e apresentavam cabeças em formato de lâmpada. Além disso, também havia um enorme cão negro na sala.

Ao saberem do estranho relato obtido com a regressão, os superiores de Godfrey o enviaram para realizar avaliações médicas e mentais, e nada de anormal foi encontrado. No entanto, devido ao desgaste que sofreu com o estranho caso, o ex-policial decidiu se aposentar alguns anos depois do incidente. #Curiosidades #Europa