Um bebê nasceu gerado em um tipo super raro de gestação. Confira aqui o que tem de tão surpreendente nessa história.

O nascimento raro

Sadie Brittle tem 32 anos e foi diagnosticada com gravidez ectópica, quando a gravidez acontece fora do útero. Após o diagnostico, esta mãe foi instruída a retirar o feto, que estava na oitava semana de gestação.

Ela ficou completamente deprimida quando descobriu que seu bebê estava em uma das trompas de Falópio, provocando uma hemorragia.

Porém, nem ela e nem os médicos sabiam que outro bebê também se desenvolvia dentro desta barriga e ele que estava completamente saudável e crescendo no útero da mulher.

Publicidade
Publicidade

Sadie tinha também uma gravidez heterotópica.

Como isso aconteceu?

Após a cirurgia para retirada do feto, Sadie e o marido, Gary, foram para a Espanha, juntamente com a filha de quatro anos. Durante o passeio, essa mãe estranhou o fato de que sua barriga ainda estava muito inchada

Então, voltando a Grã-Bretanha, Sadie passou por uma série de exames e descobriu que ela estava gerando um bebê e que estava no quinto mês de gestação. Tudo isso aconteceu quase três meses depois do incidente.

O que aconteceu foi que a hemorragia interna causada pela gestação ectópica fez com que os médicos não percebessem a presença do ouro bebê.

O feto desenvolveu-se bem e nasceu, recentemente, após uma cesariana. Teddie pesa três quilos e é super saudável.

O que é gravidez heterotópica?

A gravidez heterotópica é quando um embrião se aloja no útero e o outro embrião se aloja fora do útero.

Publicidade

Este fenômeno é raro e acontece uma em cada 30 mil vezes.

Sadie só foi buscar ajuda dos médicos por perceber que sua barriga continuava crescendo. Uma parteira chegou a dizer a Sadie que os sintomas que ela sentia eram por conta dos hormônios da gestação interrompida.

Hoje, Sadie comemora a chegada de Teddie e diz que nem consegue acreditar que ele está com ela. Gary diz que é uma mistura de emoções, porque ficou super feliz quando viu que estava tudo bem com o bebê, mas lamenta que seu irmão (ou irmã) não esteja junto com a família. #mae.tips #bebe escondido #bebe surpresa