A vida de uma criança foi salva pelo seu #Cachorro de estimação de forma heroica em Bangor, na Irlanda do Norte. O pequeno Riley Gedge-Duffy, de 5 anos, ficou preso na máquina de secar roupas. Ele sofreu queimaduras nos braços, cabeça e costas. O caso aconteceu no último domingo (13). Teddy, o cão da família, viu a criança, que tem síndrome de Down, presa dentro da secadora de roupas e começou a latir intensamente para chamar a atenção de alguém.

Aaron Duffy, pai de Riley, disse que a esposa estava no andar de cima limpando a casa quando o cão subiu as escadas correndo e latindo como louco. Ele ficou se movimentando de um lado para o outro sem parar.

Publicidade
Publicidade

Ela percebeu que havia algo errado e resolveu seguir o cachorro. “Durante a descida ela viu o filho mais velho assistindo TV. O cão continuava latindo e se movimentando próximo à máquina de secar. No momento estava escuro e ela não viu o filho Riley”, disse o marido.

O momento crucial foi quando a mãe do menino olhou e percebeu o iPad girando na secadora. O cachorro não parava de dar voltas na máquina. A mãe suspeitou de algo errado na máquina e resolveu olhar. Quando abriu a tampa da máquina, o filho estava lá com muitas feridas. Riley foi levado para o hospital Uister, em Dundonald, e sofreu queimaduras nas costas, braços e na cabeça. Teve também pequenas feridas por todo o corpo. Ele está bem e em tratamento.

Aaron Duffy, em entrevista a uma rádio local nesta segunda-feira (14), falou sobre o perigo que o filho sofreu na secadora e agradeceu ao atendimento de emergência da cidade, que chegou rápido e fez os primeiros socorros.

Publicidade

Ele acrescentou: “meu filho nasceu com síndrome de Down, ele é muito independente, gosta de fazer as coisas sozinho e é muito esperto. Ele é uma criança adorável, sorri o tempo todo, gosta de se esconder no guarda-roupa e correr no jardim. Meu desespero foi saber que ele entrou na secadora, que fechou e ligou automaticamente".

A família ficou extremamente grata ao cachorro Teddy. “Não me atrevo a pensar o que teria acontecido se nosso cão não estivesse ali”, disse o pai do garoto. #Herói #Acidente