Recentemente os Estados Unidos da América viveram uma das #Eleições mais disputadas da história, chegando ao fim com a vitória do bilionário Donald Trump contra a ex-primeira dama e atual Secretária de Estado Hillary Clinton. Apesar da legitimidade da vitória de Trump nas eleições, especialistas fazem projeções sobre o seu futuro na Casa Branca, a exemplo do professor de história da política, Allan Lichtman.

Lichtman é professor na American University e ganhou fama quando começou a divulgar suas previsões sobre o resultado das eleições e, sobretudo, por prever quase que cientificamente o caminho trilhado pelos eleitos. Ele faz isso desde 1984, mas em 2016, sua previsão para Trump não poderia ser mais assustadora.

Publicidade
Publicidade

Lichtman anunciou recentemente que, segundo suas análises e experiência, o #Presidente recém-eleito Donald Trump, precisa se preparar para enfrentar um processo de impeachment no futuro. Para ele existem dois caminhos que poderão levar o presidente ao impeachment, e os argumentos que usa para defendê-los, são impressionantes.

O professor e historiador afirma que Donald Trump é proprietário de uma imensa instituição de caridade que atua de forma ilegal no centro de Nova York, e teria usado dinheiro dessa instituição para sua campanha, o que torna o dinheiro da campanha também ilegal.

Ele também afirma que o presidente eleito teria usado fundos dessa instituição de caridade para pagar dívidas pessoais, o que acabou levando-o a enfrentar diversos processos judiciais devido a esse problema.

Na TV, o professor Lichtman citou durante uma entrevista à “CNN”, que Trump vem sendo acusado por ter realizado algumas transações comerciais consideradas ilegais, causando a quebra do embargo entre os Estados Unidos e Cuba, além dos diversos processos que responde por assédio sexual a 12 mulheres distintas.

Publicidade

O segundo motivo que poderá levar Trump ao impeachment, segundo o professor, é ainda mais contundente. Trump não tem a confiança dos Republicanos, isso porque ninguém consegue prever ou saber do que ele é capaz, sendo assim, seria muito mais fácil para os republicanos lidarem com o vice-presidente Mike Pence, que segundo o próprio professor, é completamente previsível.