Donald Trump ainda não assumiu a presidência dos #Estados Unidos, mas já está criando #Polêmica por ter afirmado que irá expulsar até três milhões de imigrantes que estão no país de forma irregular ou já cometeram algum crime em território americano. Trump também já se mostrou disposto a construir o muro na fronteira com o México, alegando que será uma espécie de "vedação". O empresário ainda brincou com o assunto, dizendo que é bom em "construção", lembrando que ele é um empresário do setor da construção civil.

Construir um muro na fronteira entre Estados Unidos e México não é uma ideia exclusiva de Trump, já que ainda em 1994 quem começou a construção foi o ex-presidente americano Bill Clinton.

Publicidade
Publicidade

Claro que é um assunto que vem sendo debatido há anos, só que continuar com a construção, além de caro, é complicada e polêmica. Depois de Clinton, nenhum outro presidente se mostrau disposto a levar o debate adiante, mas o novo presidente americano está pronto para tirar a ideia do papel e colocá-la em prática.

Um dos problemas na construção do muro na fronteira do México é que a grande maioria dos terrenos localizados nessa área são de propriedade privada ou então são terras agrícolas produtivas. Ainda existem aquelas áreas destinadas a reservas naturais, sem mencionar a região do Rio Grande, onde há um tratado entre os dois países de jamais erguer construções, sejam elas quais forem.

Quando o assunto chega na parte financeira, aí começa outro problema, pois o valor pode chegar a US$ 15 milhões por milha (1,6 km) e aí fica a dúvida: "Quem irá pagar pelo muro?" - Trump parece ter a resposta para essa pergunta, pois já disse que pode taxar as remessas de dinheiro que os mexicanos mandam para os familiares e amigos e, assim, esse dinheiro arrecadado serviria para cobrir os gastos com a continuidade da obra.

Publicidade

#Donald Trump, ainda sobre os mexicanos presentes nos Estados Unidos, disse que vai atrás daqueles que estão no país de forma ilegal ou já cometeram algum crime em território americano e, dessa maneira, até três milhões de imigrantes poderão ser deportados: "Vamos tirá-los do nosso país, estão cá ilegalmente".

E as declarações polêmicas do novo presidente não param por aí, ele já deixou clara a intenção de revogar o "Obamacare", que é um programa criado por Obama para tentar melhorar, ainda sem sucesso, o atendimento na área de saúde. Trump já tinha dito que pensava em preservar uma parte do programa, mas a diretora da campanha do empresário avisou que poderá acabar de vez com o "Obamacare", pois a um custo astronômico, se mostra uma medida inviável.