Eleito o 45º presidente dos #Estados Unidos, o bilionário Donald #Trump, 70 anos, do Partido Republicano, prometeu em seu discurso da vitória na madrugada desta quarta-feira (9) que pretende governar para todos, independentemente de posição política. Durante sua fala Trump também pediu a união dos americanos em prol de um projeto maior. “Quero ser o presidente de todos os americanos e isso é o que mais importa para mim”, disse Trump.

O novo presidente ainda elogiou sua adversária Hillary Clinton, afirmando que a democrata lutou muito bem. Ele confirmou que ela ligou para parabenizá-lo pela vitória. O bilionário fez questão de parabenizar Hillary pela campanha e disse que tem uma grande dívida de gratidão com ela.

Publicidade
Publicidade

Trump fez questão de anunciar que estenderá a mão inclusive para aqueles que não o apoiaram, pois a ideia é que todos trabalhem juntos pela unificação do país. Em seu discurso ele se dirigiu aos republicanos, democratas e independentes dizendo que o momento é de reconciliação, como um povo unido.

A família do novo presidente o acompanhou em seu discurso, além do seu vice, Mike Pence, e outros membros da campanha. Segundo ele, se os americanos trabalharem juntos, será possível dar início à tarefa de reconstrução do país.

Trump diz que relações com outros países serão justas

Donald Trump disse que sua gestão será marcada também pelas relações com outras nações. Ele disse que os Estados Unidos terão excelentes relações com outros países e seu governo será justo com todos. Prometeu se dar bem com os países que querem o mesmo em relação aos Estados Unidos.

Publicidade

Como empresário ele tem uma rede de relacionamentos em muitos países. Ele comanda um império imobiliário, é dono de cassinos e campos de golfe e se mostra pronto para assumir a Casa Branca no dia 20 de janeiro de 2017.

O bilionário venceu a ex-secretária de Estado e ex-primeira-dama Hillary Clinton, conseguindo 276 dos 538 votos do Colégio Eleitoral. Sua adversária conquistou 218 votos e, mesmo aparecendo com pequena vantagem nas pesquisas, foi derrotada em estados importantes como Ohio, Flórida e a Carolina do Norte.

“O Aprendiz” de político

Donald Trump ganhou projeção na televisão com o programa “O Aprendiz”, que aqui no Brasil foi apresentado na Record sob o comando do apresentador Roberto Justus. Ele causava mais medo do que Justus ao demitir os participantes do reality, mas no ano passado ele é quem foi demitido pela NBC, que optou pelo rompimento do contrato após Trump tecer comentários preconceituosos contra mexicanos na ocasião do anúncio de sua pré-candidatura à Presidência dos Estados Unidos, pelo Partido Republicano, no dia 16 de junho. Trump encerra um ciclo na televisão e inicia outro totalmente diferente ao comandar o país mais poderoso do #Mundo.