Ai o amor. É aquele sentimento que pode fazer muita gente optar pelas coisas erradas. Quem nunca errou em nome de uma paixão? Todo mundo comente suas falhas, mas dificilmente superará um casal que virou notícia em todo o planeta. A dupla, moradora de uma cidadezinha da Rússia, estava transmitindo seus beijos, ao vivo, através do periscope, um aplicativo de celular muito conhecido na região. De acordo com informações do portal da RedeTV!, em matéria publicada nesta terça-feira, 14, quem aparece nas imagens são Denis Muravyov e Katya, os dois de 15 anos. Não foi graças aos beijos que eles se tornaram notícia, mas pela loucura mesmo.

As imagens, que são extremamente fortes e impublicáveis, mostra o garoto e sua namorada segurando duas armas.

Publicidade
Publicidade

Elas seriam um espingarda e uma pistola. A garota é a mais animada na empreitada. A moça fica o tempo todo rindo sobre o que está fazendo. O vídeo mostra os dois atirando contra um carro de policiais, que fazia a segurança deles e de outros vizinhos. O veículo estava parado na frente da residência. Katya passa boa parte do tempo dizendo como matará o namorado, além de explicar porque estariam fazendo isso. Assim como nos Estados Unidos, ter armas de fogo em casa é algo bem comum e também legal na Rússia. O país deixou de fazer parte da extinta URSS há poucos anos.

Um dos maiores sites do mundo, o Daily Mail, revela que investigações descobriram que a dupla de namorados estava fazendo tudo aquilo em nome do amor. Mensagens de despedida deles foram encontradas. O rapaz diz que amou a todos, mas que a vida dele e a sua mente acabaram sendo destruídas.

Publicidade

Ele ainda brinca com o fato de estar morrendo com "estilo'". O rapaz ainda incentiva a todos para que se divirtam muito na vida, assim como ele teoricamente acreditava fazer. A namorada diz que eles decidiram ficar sem opções para terminarem a jornada do amor juntinho.s

"Se não nos entregarmos, nós morremos. Se nos entregarmos, nunca mais nos veremos", argumenta ela na mensagem narrada, para depois matar o namorado e depois se matar. #Crime #Investigação Criminal