Pilotar avião era o grande sonho da ex-modelo Sisy Gabriela Arias Paravicini, 29 anos. Ela era auxiliar de voo da aeronave que levava o time da #Chapecoense no trágico acidente ocorrido no dia 29, próximo a Medellín, na Colômbia, que culminou na morte de 71 pessoas. Sete pessoas foram resgatadas com vida do acidente, mas uma morreu no hospital e seis continuam vivas.

Sisy fez um curso de avião nos Estados Unidos e depois voltou para a Colômbia, para poder ganhar experiência, antes de tentar realizar o sonho de trabalhar em uma grande companhia aérea.

Gabriela que já foi modelo, era apresentadora e jornalista, trabalhava na emissora de Televisão do pai, Jorge Arias que é jornalista, apresentador e advogado, muito popular na Bolívia.

Publicidade
Publicidade

Os irmãos de Sisy também eram apresentadores de programas televisão.

Perguntada por um jornal da El Deber sobre a pressão de ser uma #Piloto e carregar a vida de centenas de pessoas nas mãos, Paravicini respondeu que, como jornalista, ela tinha responsabilidade de informar, mas como piloto, a responsabilidade era de carregar a vida de 300 pessoas e a dor da família delas.

A apresentadora fez diversos trabalhos como modelo internacional em eventos sociais, mas sua paixão era voar. “Desde o momento em que faço a revisão da aeronave para saber se está em boas condições de voo, a sensação é inexplicável. Às vezes, passa pela cabeça que um dos motores pode falhar, ou que o avião pode cair, mas só de lembrar que posso ir aonde quiser, a sensação de estar lá em cima é incrível”, disse a piloto.

Publicidade

“Teu corpo e sua mente já sabem exatamente o que tem que ser feito, é como dirigir um carro, você faz tudo no automático”, completou Sisy

Sisy foi entrevistada, antes do último voo da aeronave que caiu próximo a Medellín, por uma equipe da Giga Vision, uma TV da Bolívia. A matéria foi ao ar antes do trágico acidente e apresentado por sua irmã Carly. A ex-modelo disse que ia brindar e comemorar com os jogadores da Chapecoense. Na entrevista que foi ao ar, Miguel Quiroga que era o piloto principal da aeronave também foi entrevistado.

Deixe um comentário, sua opinião é importante para este site. #ForçaChape