Lenny-George Jones pode ter apenas três anos, mas provou ter coragem que nem um adulto. O menino estava sozinho com o #Pai que, no momento mais complicado, teve a felicidade de ter o filho por perto, que salvou sua vida. A criança viu o pai caído no chão e foi na geladeira pegar iogurtes, meteu na boca do pai, já desmaiado, evitando o coma diabético e salvando sua vida. Quando a mãe chegou em casa, o pai já estava com os níveis de açúcar mais normalizados e o menino apenas disse: "Eu salvei a vida do papai".

E salvou mesmo. Não fosse sua reação rápida em dar iogurte para o pai, a história poderia ter um final bem diferente.

Publicidade
Publicidade

Quando Emma chegou em casa, percebeu pela cara do marido, Mark, de 34 anos, que alguma coisa tinha acontecido. Ela garante que não teria demorado mais do que trinta minutos para ir dar uma espreitada na mãe, que morava perto de sua casa, em Manchester. Mas foi o tempo suficiente para quase acontecer uma tragédia.

Mark sofre de #Diabetes de tipo 1 e precisa fazer insulina quatro vezes por dia. Nesse momento, na noite de domingo, seus níveis de açúcar teriam baixado rápido demais e quando ele tentou reagir, já era tarde demais. O homem acabou desmaiando e quando o filho, Lenny-George, percebeu, ele já estava caído no chão da cozinha. A criança, apesar de ter somente três anos, correu na geladeira, pegou dois iogurtes e começou metendo na boca do pai. Com o açúcar do iogurte, o homem conseguiu reagir e sabe que esteve bem perto de entrar em coma diabético, o que poderia ter sido fatal.

Publicidade

Mark apenas se recorda de ter ido na cozinha e depois tudo se apagou. Quando acordou, só viu o filho dando iogurte para ele, que permitiu estabilizar seu nível de açúcar. Do lado da geladeira estava uma pequena cadeira do menino, que teria colocado lá para conseguir chegar nos iogurtes.

Os pais desconhecem como é que o menino conseguiu fazer tudo isso, mas estão se sentindo muito agradecidos e, especialmente, orgulhosos desse menino. Apesar da doença de Mark, o casal nunca explicou para o filho o que eles têm que fazer se o pai passar mal. No entanto, a criança teria percebido que ele precisava de açúcar e que o iogurte seria uma boa escolha. Quando Emma chegou em casa, os dois estavam deitados no sofá e os níveis de açúcar de Mark estavam a 1,1, quando deveriam estar entre os quatro e os sete. Isto já depois de comer os iogurtes que o menino deu para ele. #crianças