Uma brincadeira sem graça quase virou um grave #Acidente com consequências sérias e irreversíveis na estação de Hanwell, ao oeste da cidade de Londres: enquanto aguardava a chegada do metrô na parada onde estava, um cidadão de 50 anos, cuja identidade não foi revelada, foi surpreendido ao ser empurrado para fora da plataforma e cair nos #trilhos. A queda foi assustadora e ele não teve tempo de reagir.

O responsável pelo ataque surpresa foi outro homem, de 41 anos, chamado Andrew Kapta. Imagens foram registradas pelas câmeras de segurança da estação e já estão disponíveis na internet para conferência dos interessados. Elas mostram Kapta andando em direção à vítima e o empurrando, sem hesitação.

Publicidade
Publicidade

O homem não reage e cai plataforma abaixo.

Segundo informações, a vítima diz que ouviu ainda o agressor rindo após a sua queda. Após o empurrão, Kapta deu as costas e voltou pelo caminho por onde veio.

Apesar do susto, a vítima conseguiu se levantar sem grandes dificuldades. Contudo, ele não conseguiu subir a plataforma de novo, tendo que caminhar todo o comprimento pelos trilhos, expondo-se a riscos grandes.

Pouquíssimo tempo depois de estar em segurança, o homem de 50 anos levou outro susto, ao ver o metrô chegando, se ele não tivesse conseguido sair de lá a tempo, uma tragédia poderia acontecer com a sua vida.

A própria vítima ligou para a polícia e fez a denúncia, porém ao chegarem à estação, Kapta já estava longe. A vítima foi atendida com rapidez e não possuía lesões graves em seu corpo, porém estava bastante abalada pela agressão recebida.

Publicidade

A procura pelo agressor foi bem sucedida e dias depois ele foi encontrado. Interrogado sobre o acontecimento, ele confessou a autoria e ficou-se sabendo que o ato foi causado em um momento de embriaguez.

O oficial de investigação responsável pelo caso, Martin Coburn, declarou que o incidente abalou a vítima, que esteve expost a alto risco de sua integridade e vida. Ele acrescentou que Kapta agiu de forma perigosa e violenta, afirmando que espera que a pena aplicada ao agressor seja suficiente para que ele reflita sobre seu ato.

Andrew Kapta pegou quarenta e dois meses de prisão por colocar a vida de outra pessoa em risco iminente.

As imagens divulgadas das câmeras de segurança provam a má intenção de Kapta e assustam o espectador. As cenas são surpreendentes e trazem a reflexão do que poderia ter acontecido caso o empurrão tivesse acontecido momentos depois. É chocante!

#vitima