Juan Pedro Franco Salas, um mexicano, durante anos adiou os tratamentos contra a obesidade, até que a doença foi se espalhando cada vez mais pelo seu corpo e ele foi engordando até chegar aos 500 kg e, hoje, ele é considerado o homem mais gordo do mundo. Mas para ele esse título não é nenhuma conquista, por isso ele decidiu de uma vez por todas se tratar. Todos os jornais mexicanos resolveram repercutir a história de Juan como apoio ao seu tratamento contra a obesidade. Em entrevista a um jornal local, Juan relatou que “obesidade não é vida, é a pior condenação que um ser humano pode ter, seu corpo vira sua própria prisão. Por isso, de uma vez por todas, decidi começar uma dieta, pois meu corpo já não aguenta mais”.

Publicidade
Publicidade

O problema que Juan sofre ocorreu por causa de um hipotireoidismo (insuficiência da glândula tireóide) que não foi tratado quando descoberto, devido à falta de recursos. O mexicano passou seis anos sem sair da cama. Juan relata que “não sabia o que tinha, nem minha mãe. Nós nunca tivemos condições de buscar ajuda, até que finalmente meu corpo não reagiu bem. Passei um bom tempo na cama em coma e quando finalmente despertei, nunca mais consegui me mover”. Com o passar dos anos sem procurar nenhum tipo de tratamento, seu corpo armazenou os alimentos e seu metabolismo não conseguiu eliminá-los. Como se não bastasse esse fator, o mexicano ainda teve diabetes que causa hipertensão e grandes picos de glicose no sangue. O corpo de Juan também acabou retendo muitos líquidos, além dele ter contraído uma doença pulmonar crônica.

Publicidade

Mas, apesar de tudo isso, os médicos garantem que seu caso tem solução e grandes chances de recuperação.

O médico José Antonio Castañeda Cruz, especialista em cirurgia bariátrica e em obesidade, será o responsável pelo tratamento de Juan. O médico, em entrevista ao jornal, disse que “ele resistiu até agora graças a sua juventude”.

O rapaz, de 32 anos de idade, agora vai realizar seu grande sonho que é emagrecer com #Saúde, graças à ajuda dos médicos. #Curiosidades