A jornalista Victoria Fritz trabalha para um dos canais mais conhecidos do planeta, a BBC. A emissora britânica, conhecida pela grande qualidade, acabou proporcionando que sua profissional escolhesse quando entraria de licença maternidade. Com isso, Victoria trabalhou até o último minuto possível, literalmente. Victoria estava ao vivo em um telejornal ao vivo, exibido pelas manhãs, quando o inusitado aconteceu. A bolsa dele estourou quando ela estava trabalhando. O caso aconteceu na manhã desta terça-feira, 15, e a boa nova foi compartilhada nas redes sociais. O nascimento da criança virou o maior frisson.

De acordo com o jornal 'O Globo', em matéria realizada nesta quarta-feira, 16, quando a bolsa do líquido amniótico estourou, Victoria, estava preparada novamente para continuar a ler as informações do bloco de notícia a que era responsável. Os jornais do Reino Unido deram muito destaque ao nascimento, especialmente porque a profissional é considerada a mais sexy do Reino Unido.

Publicidade
Publicidade

Muito amada, ela comenta notícias do mundo dos negócios, mas tem muito telespectador que está mais interessado em saber se a comunicadora vai fazer ou não o telejornal, do que se o dólar vai cair ou não.

Victoria faz parte do "BBC Breakfast", quando necessitou ser levada às pressas a uma maternidade da cidade de Manchester, uma das mais conhecidas da Inglaterra. E olha que foi difícil continuar o jornal depois do momento inusitado. Isso porque uma das apresentadoras, Sally Nugente, que também estava ao vivo, decidiu acompanhar a colega. Mesmo com o desfalque, o 'BBC Breakfast' virou um dos assunto mais comentados das redes sociais. "Meu Deus. Isso aí é muito lindo, que Deus traga toda a felicidade do mundo", disse uma das seguidoras.

Sally, mais tarde, explicou que alguém tinha que estar com a grávida, já que o marido dela estava no trânsito.

Publicidade

Uma pessoa amiga é sempre recomendada nessas horas. Victoria deu à luz um menino

Veja abaixo o vídeo que mostra a apresentadora segundos antes de começar o trabalho de parto:

#Crime