Kevin Ramirez, fã de #Justin Bieber, levou um soco do cantor na última terça-feira (22) em Barcelona. O cantor estava na Espanha apresentando a sua “Purpose World Tour”, quando se envolveu na confusão e disparou uma punhalada no rosto de seu fã. Kevin, após receber a pancada, saiu do local sangrando e rodeado de paparazzi e policiais. Em entrevista ao jornal britânico “Daily Mail”, o rapaz afirmou que já acionou os seus advogados e que vai resolver essa situação na justiça. No entanto, apesar do soco recebido em seu rosto, Ramirez declarou que ainda continua sendo fã de Bieber.

“Continuo sendo fã dele como cantor”, disse o rapaz.

Publicidade
Publicidade

Apesar de explicar que ainda vai continuar curtindo as músicas de Justin, Kevin disse que sua ‘atração’ com o fã do cantor diminuiu um pouco e a partir de agora ele não é mais ‘belieber’ – termo utilizado para os fãs de Bieber. Quando deu entrevista a uma rádio local, Kevin disse que a atitude do seu ídolo foi ‘desnecessária’. Segundo o fã, o cantor poderia recebe-lo com mais cordialidade ao invés de machuca-lo com as próprias mãos.

“Foi um belo desgosto para mim. O carro não saiu de lá, e ele não levantou o vidro. Achei que poderia apertar as mãos dele.”, disse Ramirez, que tinha o sonho de cumprimentar o seu ídolo e expressar o tamanho de seu gosto para Justin. Kevin conta que depois que recebeu o soco do seu ídolo, ele preferiu desistir de ir para o show a partir daquele momento. Depois da confusão, Kevin deu a meia volta e foi para casa para tratar de fazer o que ele ‘tinha de fazer’.

Publicidade

Enquanto isso, Bieber retornou ao local onde iria se apresentar e apresentou as suas músicas.

Alguns dias antes, Justin havia aparecido em algumas fotografias ao lado de seu ídolo de futebol, Neymar Jr. – que atualmente está enfrentando um sério problema na justiça onde o Ministério Público da Espanha fez um pedido para prender o jogador por dois anos. O canadense é uma pessoa que adora jogar futebol e na própria visita a Neymar, Bieber pegou uma bola e começou a dar alguns chutes de pênalti, com o auxilio do seu amigo, o atacante do Barcelona e da seleção brasileira.