A americana Tasha Maille continua somando sucessos no seu canal do YouTube. A jovem #mãe de San Diego, Estados Unidos da América, publica vários vídeos sobre amamentação e tem milhões de visualizações. No entanto, vai somando algumas polêmicas e muitas críticas na Internet. Agora, há até quem fale em "incesto" sobre sua relação com seus filhos.

Grávida do terceiro filho, Tasha continua amamentando os outros dois filhos, um de três anos e o menor, com dois. A bonita morena publica vídeos com bastante regularidade, onde surge com seios de fora, amamentando as crianças, que se aproximam de ela e retiram a mama do top, começando a mamar de seguida.

Publicidade
Publicidade

Com os filhos crescidos o suficiente para caminharem e pegarem na mama, sem qualquer ajuda, algumas pessoas vêem essas imagens com estranheza.

Uma mãe escreveu mesmo que estes vídeos são "incestuosos" e que a deixam "agonizando". Para essa mãe, como para muitas outras, Tasha está apenas procurando por mais visualizações. Ela publica esses vídeos, onde seus seios fartos estão constantemente fora do top, e assim poderia conseguir mais visualizadores.

Tasha já admitiu que essa é sua profissão. Ela é 'youtuber' como muitas outras e vive de isso, do dinheiro que essas visualizações vão rendendo para ela. Em alguns vídeos, ela passa mesmo os 10 milhões de visualizações, depois de eles se tornarem virais.

Ela defende que está mostrando para todas as mães que "amamentar é natural" e não existe por quê esconder isso.

Publicidade

Em um vídeo recente, ela tentou se defender das críticas, lamentando por essas pessoas que a criticam. "Nós, mães, fazemos o que temos que fazer", comentou, no momento em que estava dando a mama para o seu filho. Para ela, tudo isso é natural. E, para muitos dos que a criticam, amamentar é mesmo uma coisa natural, que não tem qualquer problema. A menos que se compartilhem vídeos e fotos sensualizando esse momento terno de amamentar.

"Amamentar é uma ligação linda e natural de uma mãe com seus filhos. Mas, o exibicionismo dessa mulher não tem nada a ver com isso", comentou uma mãe, que não concorda com todos esses vídeos. E que não duvida que Tasha faz isso por dinheiro. Também Elisha Himli não se importa que Tasha amamente os filhos, mesmo estando grávida, e que os filhos já sejam crescidos. Apenas deseja que ela não coloque todos esses vídeos e fotos na Internet. "Isso é ir longe demais", escreveu nas redes sociais.

E o leitor, o que pensa de toda essa polêmica? Assista o vídeo e deixe sua opinião!

#Família #Bebês