O amor é um sentimento que muitas vezes não tem explicação. Muita gente, mesmo já sendo casada, acaba se apaixonando por outra pessoa. Isso pode causar muitas coisas ruins. É o caso deste homem da Sibéria. Ele virou notícias em todo o mundo ao fugir da casa de sua amante. O amante, que não teve o nome identificado, estava no bem bom com a mulher que era casada, quando o marido dela apareceu e decidiu dar uma lição de moral. Essa, certamente, não será esquecida tão cedo. Isso porque, o traído revoltado, expulsou ele do local do jeito que se encontrava e isso foi completamente nu. Ele então ficou perambulando pela cidade, usando apenas uma das mãos para tampar suas vergonhas.

Publicidade
Publicidade

A situação divulgada pelo jornal britânico Daily Mirror, deste sábado, 26, e teria acontecido em uma das cidades da Sibéria, um dos países mais frios do planeta. A temperatura estava muito baixa e ele pulava tremendo. Um carro da polícia passava pelo local, quando decidiu filmar tudo. A cena era realmente inacreditável. O Ricardão então disse que sua namorada tinha brigado com ele e tomado suas roupas, pedindo desculpa e agradecendo pela ajuda dos policiais. Ele logo trata de entrar em um dos veículos da polícia. O tal homem não consegue controlar tamanho frio e, mesmo já dentro do carro, ele bate os dentes. O vídeo da situação acabou viralizando nas redes sociais.

Segundo a imprensa, o sujeito estava transando com uma mulher comprometida, quando foi surpreendida pela chegada do homem oficial dela, que não gostou nada de ser trocado.

Publicidade

Ele teria ficado uma fera e começado a bater no amante. Peladão, o tal cara ainda foi ameaçado de morte e viu o oficial indo atrás de uma arma. Sem ter o que fazer e temendo pela sua vida, ele saiu correndo e foi à uma das ruas tentar a sorte e conseguir uma carona. Como a polícia passava naquele momento, ele foi resgatado.

Veja abaixo o vídeo que mostro o amante sendo salvo pela polícia do frio de uma das cidades da Rússia. Compartilhe essa história com seus amigos e não esqueça de comentar.

#Crime