A morte de um menino de 14 anos está causando polêmica em Londres, na Inglaterra. A morte da criança ainda está "mal explicada", de acordo com a #Escola que Nasar Ahmed estava frequentando.

No entanto, família e amigos exigem justiça para o pequeno Nasar e apontam alguma culpa para a escola, que não teria atuado da melhor forma com o aluno em questão. Nas redes sociais, o tema está esquentando e também aí são bem diferentes as opiniões.

Nasar, de 14 anos, teria sido detido por um funcionário na escola de Londres, Bow School. O menino estaria brincando no recreio quando teria derrubado, acidentalmente, uma caixa, o que motivou sua detenção.

Publicidade
Publicidade

É essa a versão dos colegas do garoto e que os pais estão tentando levar para a justiça.

No entanto, na escola, a primeira declaração fala em mal comportamento do menino e o castigo condizente com as regras desse colégio e sua detenção, durante o dia, no interior da escola. O pai do menino foi avisado que o garoto estava de castigo, mas os colegas garantem que tudo não teria passado de um acidente e que o pequeno Nasar teria imediatamente pedido desculpa, garantindo não voltar a fazer isso novamente.

Para lá dessa detenção e também de acordo com os colegas da escola, um funcionário pode ter sido um pouco bruto com a criança, que sofria de várias dificuldades, como #Asma, eczema e várias alergias. Com medo e entrando em pânico, o menino acabou sofrendo um ataque de asma. Pediu seu inalador, mas este teria demorado para chegar, apesar do pai da criança falar que todos na escola sabiam onde estava guardado e de como o menino precisava dele.

Publicidade

Certo é que quando o pai chegou na escola, avisado sobre esse castigo, a criança já estava desacordada, depois de ter colapsado, e o serviço de emergência já estava acionado. O menino ainda foi levado para o hospital, onde acabaria morrendo. Primeiramente, ainda ficou ligado em suporte de vida, mas os aparelhos acabariam sendo desligados.

A escola fala com cuidado sobre uma morte "ainda por explicar", mas a família de Nasar pretende ver culpados os responsáveis pela morte do menino de 14 anos, revelando várias falhas em todo esse incidente.

No Facebook, o usuário Jim R. considera que isso foi "trágico" mas que não pode servir de "desculpa para retirar mais disciplina ainda das escolas". Já Cassidy pensa que um ataque de asma pode acontecer "a qualquer momento" e não culpa a atuação da escola nessa detenção.

Muitos outros falam em "ignorância" sobre a asma, culpando as escolas que negam o acesso rápido dos asmáticos a seus inaladores, como poderia ter acontecido com esse menino. #crianças