O presidente Barack Obama convidou Donald #Trump, o presidente eleito esta quarta-feira (9) nos EUA, para se encontrar com ele na Casa Branca nesta quinta-feira (10). A Casa Branca disse que Obama contatou Trump no início do dia para felicitá-lo. O porta-voz da Casa Branca, Josh Earnest, disse que a reunião de quinta-feira é para discutir a transição presidencial que será feita em breve.

Obama também contatou Hillary Clinton para prestar-lhe suas felicitações. A Casa Branca disse que Obama expressou admiração pela "forte campanha que ela travou em todo o país".

Eleições EUA

Donald Trump venceu Hillary Clinton nas #Eleições para a presidência dos Estados Unidos.

Publicidade
Publicidade

O republicano surpreendeu e contrariou pesquisas feitas por grandes empresas de mídia e notícias. Na manhã desta quarta-feira (9), após o número de delegados ultrapassar o número de 270 em favor de Trump, Hillary Clinton reconheceu a sua derrota e ligou para o seu rival felicitando-o pela sua vitória

Trump, em discurso aos seus simpatizantes, disse: "defenderei a oportunidade para todos. Os homens e mulheres do nosso país não serão esquecidos". Trump tem um olhar para a frente dos Estados Unidos: "Vamos sonhar com coisas para nosso país, coisas bonitas e de sucesso novamente".

Segue publicação feita pelo próprio presidente eleito em seu Twitter:

Tradução: Uma noite tão bela e importante! O homem e a mulher esquecidos nunca mais serão esquecidos. Todos nós nos uniremos como nunca antes.

Donald Trump e Hillary Clinton, tiveram uma eleição disputada e agressiva de quase dois anos, marcada por muitas brigas entre os americanos.

Publicidade

Trump tomou a frente nas eleições após ter a maioria dos votos nos estados decisivos (Flórida, Carolina do Norte, Ohio e Iowa). A apuração dos votos foi um pouco demorada, deixando os americanos ansiosos, mas por volta das 5h32 já se tinha em mãos a notícia sobre quem era o novo presidente eleito. Nas eleições anteriores, em 2012, o resultado saiu pouco depois das 2h da manhã.

Segundo análise feita pelo "The New York Times", o número de votos brancos e com maior renda foi suficiente para Trump ficar à frente de Hillary Clinton. O chefe da campanha de Clinton, John Podesta, disse que ela não se pronunciaria durante a noite e pediu também que os simpatizantes retornassem para casa. #Eleições EUA 2016