Casas tremem e habitantes ficam apavorados, após um enorme objeto cilíndrico colidir contra o solo de uma mina abandonada, situada ao norte da Birmânia, país asiático também chamado de Myanmar, que faz fronteira com a China, o Laos, a Tailândia e outras nações.

De acordo com o periódico britânico Daily Mirror, o misterioso cilindro metálico, com cerca de 4,5 metros de comprimento e 1,2 metro de largura, cuja origem ainda permanece desconhecida, foi encontrado na quinta-feira (10), na cidade de Hpakant, estado de Kachin, depois de moradores relatarem às autoridades terem ouvido um intenso barulho.

Contudo, esse não foi o único evento insólito registrado no mesmo dia.

Publicidade
Publicidade

Populares contam que outra estrutura metálica, que eles acreditam ser de origem chinesa, devido aos caracteres apresentados, caiu em uma casa nas proximidades de onde o primeiro artefato fora achado.

Na ocasião, o telhado da residência foi destruído pelo impacto do objeto. Porém, não houve feridos, segundo a #Mídia estatal.

Apesar dos órgãos oficiais não identificarem a procedência do primeiro objeto voador não identificado (ovni/UFO), especialistas avaliam que ambas as peças podem ter relação com o lançamento de um satélite experimental chinês, lançado no dia anterior às quedas, na quarta-feira (9).

Segundo o jornalista Keyan Milanian (Mirror), o lançamento do foguete chinês - que carregava o satélite - aconteceu à noite, no deserto de Gobi, região norte da China.

Agentes do Serviço de Defesa da Myanmar, ainda salientam o fato do ovni ter percorrido um trecho de 50m antes de aterrar na lama.

Publicidade

Eles também disseram que um cheiro desagradável pode ser sentido ao redor da estrutura.

Em depoimento ao jornal local Myanmar Times, o aldeão Ko Maung Myo, confessa que todos os habitantes próximos à região sentiram pavor, depois de ouvirem o UFO impactar contra o solo. "Inicialmente, nós pensamos que era uma batalha. A explosão fez tremer as nossas casas. Vimos a fumaça da nossa aldeia”, declara.

Ainda que a China não tenha confirmado a origem dos artefatos, e as autoridades da Birmânia permaneçam confusas quanto a fonte dos ovnis, o periodista da BBC, Jonathan Amos, avalia que o objeto cilíndrico parece ter o mesmo formato e tamanho do foguete direcionado ao espaço no deserto de Gobi, um dia antes da tragédia.

Até o momento, a China não comentou o assunto. #Curiosidades #Internet