O #Casamento de um magnata indiano causou uma série de críticas pela extravagância adotada na cerimônia justamente em um momento que o governo do Partido Bharatiya Janata (BJP) iniciou uma desmonetização para lavar #Dinheiro sujo do país.

O ex-ministro Gali Janardhan Reddy não economizou no casamento de sua filha e gastou nada mais nada menos do que 250 milhões de reais em uma festa cercada de muito luxo e glamour na última quarta-feira em Bangalore.

A ostentação começava desde o convite que foi colocado em uma caixa dourada com uma tela de LCD, que mostrava um vídeo de aproximadamente 2 minutos contando a história dos noivos.

Publicidade
Publicidade

A lista contava com mais de 50.000 nomes, dentre eles celebridades e políticos como o governador Karnataka Vajubhai Vala, ministro do Interior G Parameshwara, ministro da Energia DK Shivakumar, ministro do Desenvolvimento Rural HK Patil e ex-ministro-chefe BS Yeddyurappa.

Alguns convidados não foram prestigiar o grandioso casamento, principalmente os que estavam ligados ao ex-ministro antes da sua prisão em 2012 por casos de corrupção de mineradoras ilegais.

Reddy foi liberto sob fiança no ano passado e desde então estava ativamente envolvido no casamento da sua filha Brahmani Reddy, com Rajeev Reddy, filho de Andhra Pradesh e empresário Panyam Vikram Deva Reddy, que tem interesses mineiros na África.

O casamento não foi bem visto pela imprensa nem pelo governo BJP, que iniciou um processo de desmonetizarão das notas de 50 e 1.000 rúpias para estancar a corrupção na Índia.

Publicidade

O casamento luxuoso levantou várias suspeitas de lavagem de dinheiro e acabou chamando atenção para funcionários do imposto de renda que estão definidos para a questão o ex-ministro. Funcionários já estudaram custos incorridos para o questionamento.

O local da cerimônia foi projetada para ficar parecido com uma cena do do império Vijayanagar e foi feito por um diretor de artes cinematográfica em 35 acres de terra nos jardins do Palácio de Bangalore. Os convidados foram transportados em carros de boi para o local principal. #India