James King, de 31 anos, é considerado um dos mais malvados pedófilos da Inglaterra. O homem pertencia a um gangue de #Pedofilia, que abusavam e filmavam #Bebês, partilhando depois as imagens entre eles. No vídeo que o condenou a cadeia, King estava estuprando um bebê de três meses, e enviou o vídeo desse momento para os outros elementos da gangue. Condenado a uma sentença de 24 anos de cadeia, pelos crimes de estupro e pedofilia, James King não resistiu a mais do que quatro meses de prisão.

Antes mesmo de entrar na cadeia de Bristol, James King já teria tentado por um final na sua vida, por três vezes, tendo acompanhamento psiquiátrico por essa razão.

Publicidade
Publicidade

Poucos dias antes de morrer, o agressor sexual tinha contado para a família que estava temendo que outros colegas de cela lhe quisessem fazer mal. Na cadeia, corria já a notícia de que alguns outros presos o queriam "ferir", depois de saberem o motivo de sua detenção. Com medo de agressões, viu um outro colega sendo agredido e temia que esse ataque fosse para ele.

Quando foi encontrado, inconsciente, dentro de sua cela, os policiais suspeitaram que pudesse ter sido o colega que tivesse tentado matá-lo, uma vez que ele tinha sangue nas mãos e roupa. Foi essa mesma pessoa quem chamou os seguranças, assim que teria se percebeu o desmaio do colega. James King ainda foi levado para o hospital, onde acabou morrendo, dois dias depois.

Mas, se inicialmente, ainda ficaram algumas suspeitas de que poderia ter sido assassinado, a verdade é que, no tribunal, a causa de morte apontada foi a de suicídio.

Publicidade

King que sofria de ansiedade e depressão, até já tinha tentado se matar, e dessa vez, poderia ter mesmo conseguido levar sua intenção até um final. Apesar das ameaças e do sangue no colega, os resultados da autópsia teriam sido conclusivos e as lesões pareciam ter sido auto-infligidas. A causa de morte descrita na autópsia foi falta de oxigênio no cérebro, provocada por enforcamento.

No tribunal, a deliberação foi tomada por dez júris e, no final de quatro horas, concluíram que foi James King a por um final na própria vida. A notícia está recebendo muitos comentários no Facebook e, a maioria das pessoas, não se mostra muito preocupada com a causa da morte, e preferem comentar que "não se perdeu nada" com essa morte. #Estupro